sábado, 27 de Outubro de 2012 03:50h Gazeta do Oeste

Serra diz que PT só governa para si mesmo

 O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, José Serra, afirmou, após debate realizado entre ele e seu adversário neste segundo turno, o petista Fernando Haddad, na Rede Globo, que o PT é um "partido que governa para si mesmo", e não para o povo. O tucano citou casos de lideranças petistas que foram condenadas no caso do mensalão, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), como o ex-presidente do partido José Genoino e o ex-ministro José Dirceu, destacando que eles foram "aplaudidos" por outros petistas, mesmo após a condenação. "No PT, alguém é condenado à cadeia e é aplaudido dentro do partido, porque é do PT. Não tem nada de população (para eles). Isso são acessórios na disputa para o poder", afirmou.

 

Questionado sobre as declarações de Haddad durante o debate, que tentou "corrigir" termos utilizados por Serra ao tratar de educação, o tucano afirmou tratar-se de "imaturidade" do petista. "Ele teve (excesso de ironias), inclusive na questão da educação. Eles preferem adjetivar. Quem é um verdadeiro intelectual, um verdadeiro professor, não fica posando o tempo inteiro. É coisa de imaturidade", afirmou Serra.

 

Durante a coletiva, Serra foi questionado também sobre uma empresa ligada a sua campanha que teria produzido um site com críticas ao seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad. Serra disse que o PT faz essas acusações como parte da tática do "pega ladrão". "Em matéria de baixarias, eles (PT) são excelentes. É a tática do pega ladrão. Alguém bate a carteira e sai gritando 'pega ladrão'", afirmou o tucano, dizendo ainda que o PT usa essas acusações para despistar os eleitores. E mencionou os cartazes com ofensas a ele que foram colados em locais da cidade, supostamente pela campanha petista.

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.