sexta-feira, 11 de Julho de 2014 05:33h Atualizado em 11 de Julho de 2014 às 05:39h.

Sintram garante realização de concurso público em Carmo do Cajuru

O chefe do Poder Executivo de Carmo do Cajuru e sua assessoria jurídica, em reunião com os diretores do Sintram.

O chefe do Poder Executivo de Carmo do Cajuru e sua assessoria jurídica, em reunião com os diretores do Sintram, representante dos servidores públicos daquele município, e presença do Poder Legislativo local, representado pelo vereador “Guga”, formalizou em ata a agenda de realização de concurso público até outubro de 2014, com posse dos aprovados até janeiro de 2015.
Há um ano, as negociações estão sendo conduzidas pelo sindicato, que pontuou a necessidade do concurso devido ao excesso de contratados na Administração. No dia 1º de julho, o presidente, João Madeira, e o vice-presidente, Eduardo Parreira (Toró), representando a diretoria do Sintram, conseguiram um significativo avanço nas negociações com o prefeito José Clarete fechando o calendário do concurso.
João Madeira destacou o resultado positivo alcançado na discussão e adiantou que o maior  número de vagas será para educadores. Parreira explicou que o aumento do número de servidores efetivos assegurará o equilíbrio financeiro  da PREVCARMO. “Há uma inversão muito séria no número de servidores no município que conta com mais contratados do que efetivos. O concurso é necessário até para assegurar ao servidor o direito da aposentadoria, porque essa inversão compromete as receitas da Previdência Municipal”, disse.
Ainda em julho, as negociações do sindicato continuam em Carmo do Cajuru para conclusão do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da Educação e dos Servidores em Geral.

 

 

Cronograma registrado em ata, após negociação:
*Edital até 10/07
*Licitação da empresa organizadora até 16/08
*Realização concurso: Outubro
*Posse: 15/ janeiro/2015
Obs: Datas limites.

 

 

Crédito: Mariana Cançado

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.