quarta-feira, 6 de Novembro de 2013 04:26h Carla Mariela

Telhado da Câmara passará por reformas

A Câmara municipal de Divinópolis, por meio de uma publicação feita no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, comunica a quem possa interessar sobre publicação do edital de licitação pública de número 119/2013, na modalidade tomada de preços número 001/2

A Câmara municipal de Divinópolis, por meio de uma publicação feita no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, comunica a quem possa interessar sobre publicação do edital de licitação pública de número 119/2013, na modalidade tomada de preços número 001/2013, cujo objetivo é a contratar empresa para prestação de serviços de execução de obras de melhoria e reforma da edificação da câmara.
Conforme informações do Diário Oficial, a abertura dos envelopes ocorrerá no dia 25 deste mês, às 14h na sala de licitações da casa legislativa, no Plenarinho Vereador Orlando Barbosa, situado á Rua São Paulo n° 277, no Centro de Divinópolis. Os interessados poderão retirar este edital que já se encontra no portal da transparência, no site www.camaradiv.mg.gov.br, na licitação de 2013 ou obter maiores informações por meio do telefone (37) 2102-8233.

 

 

De acordo com o contador da casa legislativa, Cristiano Gomes Pinheiro, esta publicação servirá para uma reforma em partes do prédio da Câmara que estão danificadas. “O telhado será arrumado devido abafamento e quando chove a situação complica. Em relação à garagem da câmara existem rebocos na parede que serão realizados porque estão sendo arrancados, existem outros detalhes”, afirmou.

 

 

O presidente da Câmara, Rodyson Kristnamurti (PSDB), confirmou que no início do ano foi constatado que o telhado da Casa Legislativa estava todo danificado e esta situação foi detectada por um engenheiro contratado para fazer uma avaliação. “Nesse sentido foi constatado que há mais de 25 anos o telhado não passa por reforma, por reparo de manutenção. O telhado está podre, a parte de alvenaria está danificada, tem goteiras, rachaduras, e todo problema estrutural do telhado. Conseguimos com o choque de gestão financeira economizar o dinheiro para a Câmara e com isso vai ser possibilitado fazer alguns reparos de reforma como é a questão da reforma do telhado”, relatou.

 

 

Além do telhado, o presidente ressaltou que houve a danificação também de equipamentos eletrônicos, câmeras, sistema de filmagem, e se continuar dessa forma, segundo o presidente, a laje vai colocar em risco a vida dos funcionários e de quem frequenta o local. “Esta questão é primordial onde temos o prazer de trabalhar privando a manutenção e a conservação da instituição que é o mais fundamental”, concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.