sábado, 14 de Maio de 2011 13:55h Sarah Rodrigues

Terminal de passageiros do aeroporto deve ser inaugurado no final do ano

Obra deve custar mais de 1 milhão

O tão sonhado terminal de passageiros do aeroporto Brigadeiro Cabral já tem data para ser construído. O motivo é que o processo licitatório n° 222/11 de Tomada de Preços que trata da construção do terminal já está aberto na prefeitura municipal para as empresas que queiram fazer a obra. Segundo o superintendente da Usina de Projetos Lúcio Espíndola, deverão ser investidos no terminal cerca de R$ 1 milhão.


De acordo com Lúcio a expectativa é de que de 6 a 8 empresas participem do processo de licitação.A abertura da carta deverá ocorrer no mês de junho.


O superintendente enfatiza que a obra deverá ter um prazo de seis meses de execução sendo finalizada até o final do ano. A ordem de serviço deverá ser dada no dia 20 de junho, nas comemorações dos 99 anos de Divinópolis.
A construção será em uma área de 600 m² ao lado do atual terminal de passageiros, quando os dois serão integrados. A obra vai completar as ações do Estado no aeroporto que recuperaram a pista.


Lúcio acredita que com o novo terminal de passageiros a economia local será aquecida. “Nós esperamos que a construção melhore a qualidade, e o aeroporto tenha condições de receber a população com mais conforto, com a acessibilidade necessária. Com a obra o aeroporto será mais utilizado pela comunidade e os empresários, fomentando a economia e o desenvolvimento”, explica.

 

REFORMAS


O aeroporto já recebeu várias melhorias no ano passado que serão evidenciadas com a construção do terminal. Em 2010 passou por ampla reforma em suas instalações e uma série de intervenções para melhorar e modernizar a sua estrutura. A obra fez parte do programa Proaero, que tem por objetivo dotar o Estado de uma rede de aeroportos de pequeno e médio porte e impulsionar a aviação regional e local, melhorando as condições de transporte de carga e passageiros.


Com a implantação do terminal a economia local deverá ser aquecida, e a cidade poderá receber linhas áreas, atendendo a demanda da população.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.