terça-feira, 22 de Julho de 2014 07:03h Atualizado em 22 de Julho de 2014 às 07:28h.

TRE lança a campanha “Sujeira Não é Legal” para as eleições 2014

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais lançou ontem (21), a terceira edição da campanha “Sujeira Não é Legal”, voltada para as Eleições 2014.

O projeto que existe desde 2010, pretende orientar candidatos, eleitores e a população em geral para que seja realizada uma campanha eleitoral mais limpa, segura, tranquila e transparente. O projeto tem como parceiras a Cemig, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.
A campanha “Sujeira Não é Legal” será composta de spots para rádio, VTs para televisão, cartazes, backbus e anúncios para jornais e revistas. Além disso, será distribuído um manual para candidatos e partidos com dicas para fazer uma campanha eleitoral limpa e dentro dos limites legais, orientando os candidatos com relação à propaganda eleitoral, gastos de campanha e medidas de segurança para seus atos de campanha, por exemplo. Assim como nos anos anteriores, a vassoura será o símbolo da campanha, dando a ideia de “varrer” do processo eleitoral qualquer sujeira.
Atuando preventivamente, a campanha vai levar aos eleitores, partidos e candidatos informação sobre as melhores condutas durante o processo eleitoral. Dentre as orientações que a Justiça Eleitoral dá, estão sugestões de utilizar material reciclável para produzir o material de campanha, de imprimir nos santinhos a frase “Não jogue este folheto em vias públicas”, de instalar bandeiras longe da rede elétrica e de registrar com clareza todas as arrecadações e gastos de campanhas.

 

 

Redes Sociais
A campanha Sujeira Não é Legal também está no Facebook. Por meio da página da campanha, os usuários da rede social poderão compartilhar dicas para que a limpeza urbana seja conservada durante a campanha e para estimular as boas atitudes dos partidos e candidatos. O Twitter do TRE-MG (@treminas) também vai compartilhar mensagens sobre a campanha, utilizando a hashtag #SujeiraNãoéLegal.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.