quinta-feira, 23 de Agosto de 2012 14:58h Carla Mariela

Tribuna cobra dos parlamentares atenção sobre denúncia do PAC no Ministério Público

A tribuna e Jornalista, Maria Cândida Guimarães Aguiar, durante a Reunião Ordinária na Casa Legislativa na última terça-feira,solicitou a atenção dos vereadores em relação à denúncia que está sendo investigada pelo Ministério Público.

 


Essa denúncia está relacionada às verbas públicas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que foram repassadas para o Município de Divinópolis. O uso da Tribuna serviu para pedir aos vereadores informações e o que foi decidido em relação a esse assunto, uma vez que a promotora e a procuradora que estava tomando frente do caso, não atuam mais na cidade.

 


Em seu discurso, Maria Cândida, disse que desde 2006, o Ministério Público investiga o caso de má gestão do contrato de financiamento e repasse do PAC para a cidade. Ela esclareceu sobre o assunto e disse que quem recebeu primeiro a denúncia foi a promotora Gisele Silveira Penteado e depois transferida de Divinópolis e quem ficou tomando conta do caso foi a Dra. Letícia Ribeiro, que também não está mais no Município.

 


“A denúncia de verbas públicas do PAC repassadas para a cidade chegou ao Ministério Público, sendo que a promotora Gisele Silveira Penteado, grande promotora pública, recebeu a reclamação e deu atenção a esse acontecimento. Ela começou pedindo uma auditoria, depois fez o pedido de uma perícia e a coisa foi se estendendo, mas atualmente ela não está mais no Município. Em seu lugar esteve a Dra. Letícia, procuradora da República. A Dra. Letícia escreveu ao Chefe da Controladoria Regional da União do Estado de Minas Gerais. Ela disse que foi instaurado o presente inquérito civil público, para apurar eventual prática de improbidade administrativa decorrente de malversação de verba pública federal relativa ao Contrato de Financiamento e Repasse”, relatou.

 


No seu pronunciamento, Maria Cândida comentou que o objetivo maior foi de solicitar mais atenção nesse caso por parte dos parlamentares. “Sabemos que é uma época de eleições, mas o mundo não para de girar. Perguntei outro dia a um vereador sobre o assunto, alertando que o Poder Legislativo precisa fiscalizar mais o que ocorre no Executivo. Eu estou aqui para solicitar a vocês senhores vereadores que façam essa fiscalização”, solicitou.

 


A jornalista ainda ela apresentou o ofício de número 775/2011- PRM/DVL/GB/LRM, do dia 09 de novembro de 2011, assinado pela Procuradora da República, Letícia Ribeiro Marquete.

 


O presidente da Câmara Municipal, Anderson Saleme (PR), encerrou dizendo que a tribuna mostrou que é uma cidadã consciente. “Cada órgão, cada Poder tem feito a sua parte para esclarecer essas questões que podem ser mudadas e que merecem mesmo a fiscalização de todos nós, como esse pedido feito pela cidadã Maria Cândida”, finalizou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.