sexta-feira, 9 de Agosto de 2013 08:18h Carla Mariela

Último balanço dos trabalhos realizados pelo Sintram é divulgado

O diretor financeiro do Sintram, José Alcolano Martins, conhecido como Zezinho, em entrevista a Gazeta do Oeste, pronunciou sobre como está sendo desenvolvido o trabalho no sindicato depois que a atual diretoria o assumiu. Conforme Zezinho ao iniciar as a

O diretor financeiro do Sintram, José Alcolano Martins, conhecido como Zezinho, em entrevista a Gazeta do Oeste, pronunciou sobre como está sendo desenvolvido o trabalho no sindicato depois que a atual diretoria o assumiu. Conforme Zezinho ao iniciar as atividades no Sintram foi observado que havia uma dívida de gestão passada. Embora tenha tido esta percepção da pendência, segundo ele, neste ano de 2013 já se pode afirmar que esta dívida está estabilizada.
De acordo com Zezinho, ao iniciar os trabalhos na diretoria do sindicato, o superávit negativo estava no valor de R$1.106.000,00. Entretanto, com o esforço de toda equipe a diminuição deste superávit foi considerável e passou para R$458 mil. O diretor financeiro explicou que a equipe conseguiu recuperar 59% desse saldo negativo. “Isso já é um avanço muito grande para o servidor. Como o nosso presidente João Madeira sempre fala: a nossa obrigação é zelar pelo patrimônio. A nossa equipe é muito boa. O sindicato atende o centro-oeste. Para mim o Sintram é um dos maiores do estado de Minas Gerais. O nosso dia a dia nos dá a oportunidade de visitar todos os municípios da região. Nós tivemos a oportunidade de ver orçamento das prefeituras de cidades grandes que é muito menor do que a movimentação financeira do nosso sindicato”, afirmou.
Ainda de acordo com Zezinho ao todo são 37 municípios que o sindicato tem que dar assistência. Nesse sentido, o Sintram desenvolve um trabalho sempre pensando no crescimento e nas melhorias.
Pensando no futuro, ele acredita que o sindicato chegará à casa de aproximadamente R$19 milhões de movimentação dos convênios e que esse valor é muito maior do que os orçamentos de municípios da região, fazendo com que ocorra uma responsabilidade muito grande. “Não estamos criando nada de diferente, simplesmente estamos fazendo a coisa correta, qual é o financeiro que não trabalha em busca de resultados? Na nossa avaliação nós acreditamos que estamos no caminho certo e já estamos saindo do superávit negativo. O nosso crescimento está bem planejado, bem firme. Posso dizer que eu como membro da diretoria estou satisfeito com o nosso objetivo no Sintram. Pretendo ficar aqui três anos para colaborar com a história do sindicato e nossos pontos positivos já podemos ver pelo resultado que nós estamos divulgando hoje”, destacou.
O diretor do Sintram, João Madeira, acrescentou que a diretoria do Sintram é compartilhada, responsável, séria e transparente. Segundo ele, na organização, na movimentação financeira, no direcionamento do sindicato e nas ações de curto, médio e longo prazo; quando a diretoria não estiver por perto, os servidores saberão se virar devido à dedicação de toda a equipe. “Os nossos fornecedores é a movimentação de todo o processo dos diversos convênios que a gente tem, da própria contribuição mensal do servidor, da própria contribuição sindical. Essa movimentação que faz a gestão transparente e responsável. Estamos em dia com todos”, encerrou.

Sobre o sindicato:
A finalidade do Sintram é representar  de forma ética, democrática, solidária, os interesses de seus filiados e, ao mesmo tempo, lutar por sociedade com justiça e oportunidades iguais para todos os cidadãos. O sindicato é constituído por cada um de seus filiados, que têm direitos e deveres perante a entidade.

A diretoria é órgão colegiado, a quem incumbe no plano interno à organização e a administração do sindicato e no plano externo, a representação e a defesa da entidade perante o Poder Público.

Para o sindicato cumprir a sua finalidade, é preciso que haja mobilização e participação da categoria. O filiado precisa se manter informado sobre as questões e temas de seu interesse e da categoria, acompanhar a atuação da diretoria, contribuir com críticas e com sugestões para os rumos e aprimoramento da representação sindical. É dever do filiado participar das assembleias e reuniões convocadas por sua entidade e deliberar sobre as questões propostas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.