sexta-feira, 10 de Maio de 2013 10:26h Carla Mariela

Último dia do 30º Congresso Mineiro é marcado pela posse da nova diretoria da AMM

O prefeito de Barbacena, Antônio Carlos Andrada, é o novo presidente da associação


No dia 26 de março, prefeitos mineiros, elegeram a nova direção da Associação Mineira de Municípios (AMM). Com 155 votos o prefeito de Barbacena, Antônio Carlos Andrada, foi o escolhido para assumir a presidência da associação no lugar de Ângelo Roncalli. Ontem (9), no último dia do 30º Congresso Mineiro, ocorreu a cerimônia de posse do novo presidente da AMM, o qual vai conduzir a instituição de 2013 a 2015.

Antônio Carlos é bacharel em Direito, professor, possui pós-graduação em Direito Público e Controle da Administração Pública. Além disso, ele foi deputado estadual por duas vezes e Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado e atualmente é prefeito da cidade de Barbacena. A partir de agora, é o novo presidente da AMM, com o desafio de conduzir esta que é uma das mais importantes associações municipalistas do Brasil. Ele será o representante dos 853 municípios de Minas Gerais.

Conforme Antônio Andrada a expectativa para assumir a AMM é boa. Para ele, Ângelo Roncalli, vai passar a AMM já bem estruturada, prova disso, é o sucesso do 30º Congresso Mineiro de Municípios. “O congresso tem a sua qualidade por meio das palestras, seminários e qualidade de público também. A AMM tem muita credibilidade e legitimidade e isso me desperta uma vontade grande de dar continuidade sem se preocupar”, disse.

O prefeito de Barbacena ainda relatou que hoje há questões técnicas legais realmente complexas e quem não está acostumado sente a diferença. “Os atuais gestores sentem a renovação e sem dúvida a experiência que tive no Tribunal de Contas me ajuda porque tenho um conhecimento dos principais problemas nas gestões municipais e isso facilita identificarmos os pontos que devem ser trabalhados”, destacou.

Em entrevista a Gazeta do Oeste poucos dias antes da posse, Ângelo Roncalli, agora ex-presidente da AMM, adiantou que foi muito gratificante trabalhar na associação, porque ele viajou por toda Minas, ouvindo prefeitos das várias regiões do estado, pautando ações de interesse geral em comum a todos os municípios. Para ele, a AMM cresceu muito, se fortaleceu criando departamentos para a orientação dos gestores. Mas, o mais importante é que ele conseguiu mostrar para as cidades mineiras com estas devem trabalhar para aproximar os recursos da União aos municípios. Sobre o 30º Congresso Mineiro, Roncalli, disse que este é um momento rico, onde se debate vários temas importantes. Ângelo

Roncalli concluiu dizendo que para o futuro, ele recebeu alguns convites para trabalhar no governo estadual ou continuar no movimento municipalista, mas que ele é um pretenso candidato a deputado estadual sempre comprometido em buscar melhorias na região.

O prefeito Vladimir Azevedo (PSDB), ressaltou que os três dias no congresso foram de grande importância principalmente pelas palestras com pessoas renomadas do Brasil e com várias salas temáticas sobre gestão pública. “Tivemos os servidores públicos da prefeitura participando desta programação em vários temas. Agora é o encerramento como tudo na vida que tem um ponto de chegada e um ponto de partida. Antonio Andrada que chega com toda a experiência a partir de agora vai somar conosco, e encerrando o ciclo do Ângelo que tanto nos orgulhou a frente desta entidade. Faço parte da mesa diretora como tesoureiro levando a representatividade de Divinópolis e da região Centro-Oeste para esta nova diretoria que tenho a certeza que irá avançar ainda muito para colocar a AMM como uma das maiores entidades do Brasil e somar também com a Frente Mineira de Prefeitos a qual eu presido nas articulações com o governo do estado e as entidades federais nas pautas que temos de fazer o município não ser apenas reconhecido como ente federado, um reconhecimento de fato na compensação de tributos com equilíbrio na distribuição de competência”, afirmou. 

As atividades que ocorreram ontem (9), durante o congresso, foram: palestra de Ricardo Amorim sobre a transformação do Brasil e a importância dos governos locais neste processo. Nas salas técnicas houve palestra de Milton Mendes sobre as principais mudanças na contabilidade pública municipal, palestra de Paulo Henrique Figueiredo sobre Licitações e Contratos, palestrante da caixa econômica federal que abordou sobra as linhas de financiamento para a modernização da administração municipal, palestra de Júlio Cezar de Souza sobre como aumentar suas receitas próprias sem aumentar tributo, palestra de Mauro Zanin sobre a importância do planejamento urbano para o desenvolvimento dos municípios e a palestra de Gustavo Perschini sobre piso salarial da educação e seus impactos nos planos de carreiras municipais.

Após as salas técnicas com as palestras, ocorreu a conferência com o tema liderança e empreendedorismo em favor da governança e do desenvolvimento local e regional. E por fim, aconteceu a posse, na qual a composição da nova diretoria da AMM ficou da seguinte maneira: presidente Antônio Carlos de Andrada (Prefeito de Barbacena). 1º vice-presidente Élder Cássio de Souza Oliva (Prefeito de Ipuiúna). 2º vice-presidente Márcio Reinaldo Dias (Prefeito de Sete Lagoas). 3º vice-presidente Antônio Júlio de Faria (Prefeito de Pará de Minas). 1º secretário José Sacido (Prefeito de São Lourenço). 2º secretário Hércules Vandy (Prefeito de Lagoa dos Patos). 1º tesoureiro Vladimir Azevedo (Prefeito de Divinópolis). 2º tesoureiro Gilmar Alves (Prefeito de Uberlândia).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.