sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2013 04:56h Carla Mariela

Vereador cobra de presidente da Câmara posição sobre Comissão Especial

O objetivo seria acompanhar o trâmite e lisura da venda dos 243 imóveis, mas Rodyson Kristnamurti declarou que acha desnecessário

O projeto da venda dos 243 imóveis de autoria do Poder Executivo foi uma proposta bastante polêmica que fez com que a população de Divinópolis interagisse mais nas reuniões ordinárias da Câmara, pelo fato de alguns dos cidadãos não concordarem com esta venda. Embora o projeto tenha causado manifestações no plenário legislativo, ele foi aprovado no ano passado antes que os vereadores entrassem em recesso.
Antes desta aprovação, uma Comissão Especial foi formada para avaliar a lei. Fizeram parte desta Comissão os parlamentares Eduardo Print Júnior (PDT), Dr. Delano Santiago (PRTB) e o Adilson Quadros (PSDB). Após a avaliação e aprovação do projeto, Eduardo Print Júnior, fez um pedido ao presidente, Rodyson Kristnamurti (PSDB) de uma segunda comissão para dar sequência à sua atividade parlamentar e acompanhar o desenvolvimento da concretização deste projeto.
Em edições anteriores, Eduardo Print Júnior, havia afirmado que fez esta solicitação com o objetivo de dar continuidade ao trabalho de avaliação do projeto feito na primeira Comissão Especial. Segundo o vereador a intenção da formação desta segunda comissão é principalmente municiar os vereadores e prestar esclarecimentos para a população de todas as informações relacionadas ao leilão.
Ao entrevistar Rodyson Kristnamurti, sobre a sua posição diante da solicitação feita por Eduardo Print Júnior, pedido este que foi reforçado na reunião da Câmara de terça-feira, ele respondeu que acha desnecessário a formação de uma segunda comissão especial, uma vez que as Comissões Permanentes foram montadas já com o poder de fiscalização nos demais setores do Município.
Quando questionado sobre a importância deste projeto dos imóveis, o presidente ressaltou que a venda se faz necessária devido aos problemas que as prefeituras passaram no ano passado relacionados com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) onde as cidades mineiras tiveram que conter gastos. Conforme Rodyson Kristnamurti, com esta contenção de despesas o fluxo de caixa caiu muito. De acordo com o presidente, como os imóveis estão parados, desta forma podem causar transtornos para o Município, e com a venda destes imóveis inativos há possibilidades de investimentos. Além disso, a população divinopolitana receberá casas populares que serão construídas devido à venda.
O presidente destacou ainda que normalmente vários projetos foram aprovados pela Casa Legislativa no ano passado, relacionados a doações de imóveis. Geralmente estes projetos são de doações de Associações, Ongs, dentre outros, mas que estes projetos não tiveram questionamentos.
Já as comissões permanentes que Rodyson Kristnamurti se referiu durante entrevista, o vereador Eduardo da Print Júnior, está fazendo parte de duas delas: a de Administração Pública, Infraestrutura, Serviços Urbanos e Desenvolvimento Econômico, como suplente. Já na Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Lazer como efetivo.
Depois do parecer do presidente, ao entrevistar o vereador, Eduardo da Print Júnior novamente, dessa vez sobre a posição que o presidente teve sobre o assunto, Eduardo relatou que ainda vai tentar mais uma vez a instalação da  Comissão Especial para fiscalizar e caminhar junto com o Executivo sobre essa situação da venda dos lotes, conforme o vereador ela será específica para esta função citada “A comissão servirá para saber em que rumo está, quem ganhou a licitação, o que vai ser construído, que projeto vai ser apresentado, isso tem que ser analisado por uma comissão específica”, afirmou.
Ainda conforme o parlamentar o presidente colocou muito bem que as comissões permanentes já foram nomeadas e que elas próprias poderiam fazer a fiscalização desse projeto, mas que ele vai insistir para saber o desenrolar desse projeto. Ele finalizou dizendo que ficou satisfeito em ser nomeado para as duas comissões em que foi escolhido e que os vereadores tiveram a oportunidade de pontuar qual comissão que queria participar.
Foto 1: eduardo print junior foto carlito ribeiro
Crédito: Carlito Ribeiro
Legenda: Eduardo da Print Júnior disse que vai insistir na sua solicitação para a formação de uma Comissão Especial.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.