quinta-feira, 6 de Agosto de 2015 12:33h Atualizado em 6 de Agosto de 2015 às 12:48h.

Vereador Dr. Delano indica apresentação de projeto que reduz em 50% os salários dos vereadores de Divinópolis

Dr. Delano acredita que os vencimentos são exagerados e inclusive é contrário ao aumento de cadeiras na casa

O Vereador Dr. Delano (PRTB) durante o seu pronunciamento da reunião ordinária de terça-feira, 06/08, abordou um tema polêmico que já é bastante comentado pela cidade, principalmente nas mídias sociais. O aumento do salário dos Vereadores e cadeiras no poder legislativo. A prerrogativa do aumento, tanto dos cargos como salários, existe. Mas não existe nenhum projeto em pauta nesse sentido na casa e de acordo com Dr. Delano o salário existente e o número de vereadores já excede o que seria justo. “Os Vereadores tem salário de cerca de 10 mil reais, assessores, carro à disposição e muitas outras maneiras de auxiliar o trabalho, ficando o salário inteiro a título de remuneração.”
O Vereador Dr. Delano juntamente com o vereador Edimar Félix, irão elaborar um anteprojeto que propõe a redução dos vencimentos dos edis em 50%. Por não terem a prerrogativa de elaborar diretamente um projeto nesse âmbito, será redigido o texto em forma de anteprojeto para que a mesa diretora faça a proposição. 
De acordo com o Vereador Edimar Félix, a atual situação do País levou a essa tomada de decisão conjunta com Dr. Delano. “Na atual conjuntura política e econômica, com os altos níveis de corrupção e falta de investimentos na economia, é difícil alguém ganhar salário de 5mil reais em Divinópolis. Nada mais justo que o salário do Legislador não passe desse valor.”
O anteprojeto já está sendo elaborado em conjunto, pelos vereadores e suas assessorias, o que facilita o processo, como afirma Dr. Delano: “Já estamos trabalhando em conjunto, a equipe do Edimar e a minha, o que vai fazer com que o processo seja mais rápido e já conte de cara com dois vereadores na defesa do projeto.”

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.