Vereador Eduardo Print Júnior e Prefeito Gleidson reafirmam tolerância zero com a Copasa.

19 FEV 2021

 

Na tarde desta terça-feira (16), o vereador Eduardo Print Júnior (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, e o prefeito Gleidson Azevedo (PSC) estiveram com representantes da COPASA no bairro Bom Pastor, onde reforçaram a cobrança em cima da Companhia para que o cronograma de obras seja cumprido na cidade.

Nos últimos anos, diversas obras inacabadas realizadas pela COPASA foram alvo de reclamações de moradores de diversos bairros de Divinópolis. Valas abertas, buracos nas ruas e recapeamento mal feito são alguns dos principais questionamentos feitos pela população. Na reunião, feita no meio da rua Pitangui, Print Júnior voltou a cobrar compromisso da empresa com a cidade. "São dezenas de ruas que a COPASA encheu de buracos e fez um recapeamento porco. A própria rua Nações, aqui no Bom Pastor, precisou ser recapeada quatro vezes, e até hoje o problema não foi resolvido. Devolveram a rua pior do que ela estava", disparou o vereador.

Ainda segundo Eduardo, a empresa possui um cronograma de obras que precisa ser seguido. "A programação prevê recapeamento, não tapa-buracos da forma que está sendo feita. Do jeito que vem fazendo, qualquer outra empresa terceirizada faz, e ainda melhor. O que a Prefeitura exige é um recapeamento completo, porque são abertos vários buracos e, dois meses depois da obra concluída, a COPASA empurra o problema para o Município, e se arrasta por anos. E quem paga o pato? A população", conta.

Gleidson Azevedo afirmou que as obras, do jeito que estão, não continuarão. "Se for para fazer como estão fazendo próximo ao Teatro Gravatá, é melhor parar. É um desrespeito com toda a população e com a cidade", argumentou o Prefeito, que destacou ainda as obras inacabadas em bairros afastados. "Não é só na região central. Todo canto da cidade tem uma intervenção da COPASA que foi coberta com um serviço mal feito da empresa. A estética das ruas também precisa ser revista, pois ficam onduladas e prejudicam os motoristas", concluiu.

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.