quinta-feira, 29 de Setembro de 2011 10:19h Flávia Brandão

Vereador engrossa coro do presidente da Câmara e cobra mais indústrias para a cidade

Geraldinho afirma que muitos profissionais qualificados têm que sair do município em busca de oportunidades

O vereador Geraldinho da Saúde (PR), na última terça-feira (27), engrossou o coro do presidente da Câmara Municipal de Divinópolis, Pastor Paulo Cesar (PRB), feito no dia 20, sobre a necessidade de implantação de uma política de fomento econômico para atrair grandes indústrias para Divinópolis. Geraldinho justificou o pedido ao Executivo afirmando que na cidade existem várias universidades, que formam mão de obra qualificada e que muitos profissionais têm que sair do município devido à falta de oportunidade.


O parlamentar salientou que é preciso que o Governo Municipal reveja as políticas para que Divinópolis possa ser uma “porta de entrada de emprego”. O vereador alegou que em termos de geração de emprego o que segura Divinópolis é o comércio local (facções, confecções), mas é preciso buscar grandes empreendimentos a exemplo da Kaiser e da Coca Cola, que deixaram o município. “Precisamos de uma grande indústria porque o polo siderúrgico segura um pouco, a construção civil, mas uma grande indústria, uma autopeças, que é o sonho de Divinópolis, de ter no mercado, ainda não temos. Não só esse Governo, mas todos os outros estão devendo isso historicamente para o povo Divinópolis. Perdemos grandes indústrias e não conseguimos repor”, disse.


Diversificação


O parlamentar afirma que é importante a diversificação de segmentos no mercado, visto que tem muitos divinopolitanos, que tem interesse de permanecer na cidade, acabam saindo devido à falta de oportunidades. No intuito de debater essa necessidade, o vereador durante a reunião solicitou ao presidente Paulo César a convocação das pastas da Prefeitura Municipal responsáveis pela área de geração de empregos. “Nós temos que saber qual é o planejamento do Governo em termo de geração de emprego. O Pastor fez a abordagem semana passada e volto a insistir nisso porque vejo o grande número de pessoas, que procuram nossos gabinetes achando que temos o poder de estar ajudando a conseguir um emprego e nós não temos. A maioria são currículos bons, pessoas que estão preparadas para o mercado e precisam apenas de uma oportunidade”, disse.


Geraldinho ressaltou ainda que na reunião com o Executivo espera que seja dado um “norte”, em relação à geração de emprego. O parlamentar disse que irá questionar se existe um planejamento até 2012, se o Governo está buscando alternativas para a geração de empregos e se a empresa autopeças, Proema, que tem protocolo assinado desde 2009, irá vir ou não para Divinópolis.


Segundo o presidente da Câmara, Pastor Paulo César, foi realizada na última segunda-feira (26) uma reunião com o secretário Adjunto de Fomento Econômico, José Elísio, e posicionado que alguns projetos da Prefeitura já avançaram bastante. “Nós ficamos de agendar para que subsecretário venha e traga realmente esses avanços o que e foi conquistado. Então  estaremos atendendo também o vereador  com essa reunião”, finalizou o presidente.     

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.