sábado, 18 de Outubro de 2014 14:51h Jotha Lee

Vereador investiga denúncia de paralisação de obras do Hospital Regional

O vice-presidente da Câmara Municipal, vereador, Marcos Vinícius Alves da Silva (PSC) fez ontem uma incursão surpresa às obras do Centro Administrativo e do Hospital Regional.

Crédito: Jotha Lee

 

 

O objetivo do vereador foi investigar denúncias de possível paralisação das duas obras, por falta de pagamento às empreiteiras.
Debaixo de um calor de 35 graus, no meio da tarde, o vereador se dirigiu ao Centro Administrativo, que retomou as obras há pouco mais de 20 dias, depois da interdição feita por fiscais do Ministério do Trabalho em função da falta de segurança para os trabalhadores. Com o retorno das atividades, o engenheiro, Jamerson Ferreira Trindade, da Lamar Engenharia, empreiteira responsável pela construção, garantiu que a atividade no canteiro de obras está a todo vapor.
De acordo com o engenheiro, ontem 38 operários trabalhavam no local. Informou ainda que, atendendo a um pedido da Prefeitura, a empreiteira está concluindo a parte frontal do prédio, bem como a cobertura e a drenagem pluvial. “A partir de janeiro vamos iniciar a instalação do acabamento”, afirmou. O engenheiro disse ainda que a obra segue o cronograma normal e a previsão de conclusão para o ano que vem pode ser mantida.
Do Centro Administrativo, Marcos Vinicius seguiu para as obras do Hospital Regional, no bairro Realengo. Durante a vistoria, ele foi acompanhado pelo encarregado de obras, José João Paulino, que assegurou estar dentro do cronograma elaborado pela Marco XX Construções, empreiteira responsável pela obra. Segundo ele, ontem cem operários trabalhavam no prédio, instalando parte do acabamento e piso. A rede elétrica está concluída e já começa a instalação de portas e janelas.
A previsão de entrega das obras do Hospital Regional feita pelo prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB), é para dezembro do ano que vem. O governador eleito, Fernando Pimentel (PT), na visita que fez a Divinópolis essa semana, garantiu que seu governo vai buscar mais recursos para acelerar a conclusão da obra e assegurou que vai ao Ministério da Saúde em busca de verbas do programa de construção de hospitais regionais.
O Marcos Vinicius, que em seu pronunciamento na sessão da Câmara na quinta-feira denunciou a provável paralisação das obras tanto do Centro Administrativo quanto do Hospital Regional por falta de repasses financeiros, se deu por satisfeito após a visita. “A princípio, me pareceu que as obras estão seguindo normalmente, mas essa visita de hoje vai continuar nos próximos dias, pois vou prosseguir acompanhando o andamento das duas construções”, assegurou.
O vereador lamentou que não tenha encontrado ninguém nas duas obras que pudesse falar sobre os pagamentos. “Pena que não havia ninguém para falar sobre o repasse de recursos pela Prefeitura, mas o importante é que as obras estão em bom ritmo e recebi garantias de que não há possibilidade de paralisação.”
A Prefeitura informou que não há atraso nos repasses dos pagamentos às construtoras e garantiu que as obras estão em “andamento” sem nenhum tipo de interrupção.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.