sexta-feira, 15 de Junho de 2012 15:04h Carla Mariela

Vereador ressalta a importância da UPA em Divinópolis

Geraldinho da Saúde (PR), explicou sobre a importância da inauguração da UPA no bairro Ponte Funda e a participação das Organizações Sociais (OS) no Município.

Em entrevista a Gazeta do Oeste, ontem à tarde, na Câmara Municipal de Divinópolis, o vereador Geraldinho da Saúde (PR), explicou sobre a importância da inauguração da UPA no bairro Ponte Funda e a participação das Organizações Sociais (OS) no Município. Durante a entrevista, ele explicou que na última reunião ordinária que antecedeu a de ontem na Câmara, ele ficou indignado com a criação de mais uma emenda diante o projeto EM 027/2012, impedindo a licitação para a concretização dos serviços da OS na UPA.

 


De acordo com o parlamentar, o projeto de lei que tramita na Casa Legislativa,  quando votado no plenário, abria a possibilidade de ser feita a licitação e a partir daí tratar sobre a OS que vai gerir a instituição de urgência e emergência. “Não tem quem administra o novo Pronto Atendimento, porque não houve a licitação ainda, com a votação do projeto, a licitação vai ser feita imediatamente. Para mim que defendo a saúde como bandeira partidária, penso o seguinte, isso é uma coisa muito séria que vai aliviar o caos que o Pronto Socorro vive hoje. Porque a UPA será um novo OS, e o já  existente aqui no Município possui uma demanda de pacientes chegando a todo o momento, de falta de profissionais médicos, é a hora de tentar resolver os problemas dos pacientes que chegam ali”, disse.

 

O parlamentar ressalta a importância da criação do novo Pronto Atendimento na cidade. “Nós teremos mais um Pronto Socorro para atender a região Sudeste. Então, o projeto é tão sério que quando eu fiz o meu discurso para que discutíssemos as emendas, e que elas pudessem ser votadas, seria melhor. A votação não aconteceu, pois houve outra emenda, ou seja, mais um trâmite que trava o projeto mais uma semana. Nós não podemos fazer mais emendas, nós temos que votar o projeto, porque se for agir dessa forma eu não vou compactuar em participar de ações como essa. Eu quero participar de ações que melhorem a saúde”, ressaltou.

 

Geraldinho ainda declarou que sendo o presidente da Comissão da Saúde, sabe o quanto é importante a aprovação desse projeto. “Quem somos nós para travar um projeto de tamanha grandeza. O que eu quero é que um projeto tão bonito quanto este não seja discutido com imaturidade por nós vereadores. Está na hora de darmos uma lição de cidadania, hora de mostrarmos que amadurecemos, e que a OS é um projeto para todos nós, não é de outro. É a saúde que está sendo discutida”.

 

Na reunião anterior, Geraldinho da Saúde, tinha solicitado a retirada da sua assinatura do colégio de líderes. “Se não tivermos um acordo dentro deste diálogo, dentro das articulações políticas que são comuns dentro do parlamento, para discutir o que é melhor, quais emendas são importantes, eu vou retirar o meu nome do colégio de líderes. Nós não estamos em um campo de batalhas, estamos em um campo de ideias de projetos”, finalizou.
A inauguração da UPA divide opiniões, o vereador Hilton de Aguiar (PMDB), ao utilizar a tribuna livre disse que a inauguração da UPA não vai dar em nada. Já o líder de Governo Edmar Rodrigues (PSD) afirmou que é uma inauguração muito importante para a cidade de Divinópolis.

 

A vereadora Heloísa Cerri (PV), afirmou que está havendo no Brasil inteiro processos contra as OS. As OS em alguns hospitais dão certo e outros dão errado. Os hospitais que dão errado é pelo fato de haver o desvio do dinheiro público. “Representantes do sindicato do setor são contra esse modelo porque considera que ele abre o espaço do mau uso do dinheiro público. Não damos conta dos hospitais que temos, e vão ser criadas mais três unidades, eu não entendo isso”, declarou.

 

Por fim, Geraldinho da Saúde disse que é importante a inauguração da UPA, é fundamental que o projeto EM 27/2012 seja aprovado e que haja a licitação para que os serviços da Organização Social sejam concretizados. 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.