terça-feira, 7 de Agosto de 2012 16:45h Daniel

Vereadora em PI perde o cargo eletivo por infidelidade partidária

Nesta segunda-feira (6) o Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) decretou a perda do cargo eletivo de Maria Celciana Ramos, vereadora de Alegrete do Piauí, por infidelidade partidária em razão de desfiliação sem justa causa.

A vereadora deixou o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) para filiar-se ao Partido Republicano Brasileiro (PRB). Já a 1ª suplente, Regina Alencar de Carvalho, que chegou a assumir o mandato por 120 dias, também mudou de partido sem justa causa para desfiliação, saiu do PTB e filiou-se no Partido Socialista Brasileiro (PSB).

O Tribunal determinou a comunicação da decisão ao presidente da Câmara de Vereadores de Alegrete do Piauí para que, no prazo de dez dias, dê posse ao 2º suplente, José Calisto Dias, filiado ao Partido da República (PR), tendo em vista a ausência de suplente ainda filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Foi Relator o juiz Valter Ferreira de Alencar Pires Rebelo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.