quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015 10:39h Atualizado em 25 de Fevereiro de 2015 às 10:43h.

Vereadores recebem Plano Decenal Municipal de Educação

Proposta elabora organograma do ensino para os próximos dez anos

O prefeito, Vladimir Azevedo (PSDB), deve enviar nos próximos dias à Câmara Municipal o projeto que cria o Plano Decenal Municipal de Educação. A proposta já está pronta e foi entregue ontem aos vereadores pela secretária municipal de Educação, Rosemary Lasmar. A entrega do plano foi feita em uma reunião fechada pouco antes do início da sessão ordinária.
Acompanhada de professores e servidores da Secretaria Municipal de Educação, Rosemary Lasmar entregou o plano aos parlamentares com o pedido de agilidade na aprovação da proposta, assim que o projeto elaborado pelo prefeito chegar ao Executivo. “Vamos aprovar o plano com a maior rapidez possível, pois é uma proposta de grande importância para o ensino municipal”, assegurou o presidente da Câmara, vereador Rodrigo Vasconcelos de Almeida Kaboja (PSL).
De acordo com a secretária de Educação, o plano norteia o ensino municipal de Divinópolis de 2015 a 2024. Ele começou a ser elaborado no ano passado e será colocado em prática tão logo seja aprovado pelo Legislativo. “O plano prevê qual educação teremos em nosso município na próxima década”, explicou a secretária. Entre as novidades, o Plano Decenal prevê escola em horário integral na rede municipal.
Durante a reunião fechada com os parlamentares, a secretária fez uma explanação do plano, detalhando todas as medidas que deverão ser implementadas nos próximos dez anos. “Fizemos a entrega informal do plano, já que o projeto será enviado pelo prefeito. Tivemos uma acolhida calorosa e os vereadores se dispuseram a aprovar o plano tão logo a proposta chegue ao Legislativo”, contou Rosemary Lasmar.
O presidente da Comissão de Educação da Câmara, Oriosmar Pinheiro, o Careca da Água Mineral (Pros), assegurou que o Plano Decenal contempla todos os segmentos da sociedade. “O plano teve uma discussão ampla, envolvendo Secretaria de Educação, Superintendência de Ensino, alunos, professores, diretores e a Comissão de Educação da Câmara participou efetivamente de sua elaboração. Tenho certeza que esse é o plano que envolveu a mais ampla discussão em todos os anos”, afirmou. “Só para se ter uma ideia, o fórum de debates teve a participação de mais de 80 pessoas, o que mostra a forma democrática como a proposta foi discutida”, acrescentou.
O presidente da Comissão de Educação alertou que o plano foi muito bem amarrado no seu conjunto e chamou a atenção para a necessidade de critérios bem definidos caso algum vereador pretenda acrescentar emendas ao projeto original. “Se for necessário apresentar emendas, que isso seja feito com muita consciência, porque cada item da proposta foi muito discutido pelos integrantes do fórum”, disse.

 

COMISSÕES
Além de Careca da Água Mineral, na presidência da Comissão de Educação, os presidentes das demais comissões permanentes da Câmara também já foram conhecidos. A presidência da Comissão de Justiça, Legislação e Redação ficou com Marcos Vinícius Alves da Silva, enquanto Edimar Máximo vai presidir a Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária. Já o vereador José Wilson preside a Comissão de Administração Pública, Infraestrutura, Serviços Urbanos e Desenvolvimento Econômico, ficando Hilton Aguiar na presidência da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos.
O vereador do PT, Edmilson Andrade, foi reconduzido à presidência da Comissão de Saúde, Meio Ambiente e Ciência. Entre as prioridades para esse ano, está um extenso trabalho de combate à dengue, conforme assegurou o vereador. “Precisamos incrementar a realização de mutirões, pois a cidade está muito suja. Há muitos lotes sujos e existem muitos focos do mosquito transmissor. Vamos trabalhar para a criação do ambulatório da dengue, além de estruturar a rede pública para evitar que as vítimas da doença superlotem a UPA como ocorreu no ano passado”, afirmou.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.