terça-feira, 30 de Agosto de 2016 18:39h Agencia Brasil

Vice-procuradora pede exoneração após divulgação de vídeo sobre impeachment

A vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko, pediu exoneração do cargo. A decisão foi tomada hoje (30), após a divulgação de imagens de um evento realizado em junho, em Portugal, onde a procuradora apoiou estudantes que fizeram uma manifestação contra o impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff.

Ela continuará na PGR, onde exerce cargo vitalício de subprocuradora.

Nas imagens, postadas no canal de sindicatos de São Paulo no YouTube, Ela Wiecko aparece segurando uma faixa com os dizeres “Contra o Golpe".

No início do mês, Manoel Lauro Volkmer de Castilho, marido de Ela Wiecko, pediu exoneração do gabinete do ministro Teori Zavaski  relator da Operação Lava Jato no Supremo, depois de assinar uma petição na qual advogados defenderam o recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU). 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.