sexta-feira, 15 de Julho de 2011 09:31h Flávia Brandão

Visita do Embaixador de Moçambique

Diplomata oficializa interesse em oportunizar negócios com Divinópolis

O embaixador de Moçambique, Murad Murargy, juntamente com o cônsul, Deusdete Januário, foram recebidos na manhã, de ontem (14), no aeroporto Brigadeiro Cabral, em Divinópolis, pelo prefeito Vladimir Azevedo (PSDB) e membros do Movimento Unificado (MUNDI), além de representantes do setor empresarial. A visita viabilizada pela Câmara do Comércio, Indústria e Agropecuária, em parceria com a Prefeitura Municipal teve o objetivo de estimular as relações comerciais entre empresários de Divinópolis e região com Moçambique.


Murad Muragy afirmou que durante a visita iria identificar as possíveis oportunidades de negócios e salientou que devido ao fato de Brasil e Moçambique falarem a mesma língua e terem semelhanças culturais, seriam facilitadores de negócios e da cooperação em diversas áreas (saúde, educação, transporte, tecnologia, ciência, etc). “Nós consideramos o Brasil um parceiro estratégico, que tem muito para oferecer a Moçambique, sobretudo na área social, educação, saúde, ciência, tecnologia, que são as áreas que nos interessam muito aqui no Brasil”, disse.

 

A respeito de se estabelecer uma cidade amiga, o embaixador se mostrou receptivo à ideia. “Isso nos interessa, se vir da parte do prefeito e das autoridades de Divinópolis esse interesse, então através do Cônsul iremos identificar um cidade de Moçambique, que possa fazer esse intercâmbio de cooperação em vários níveis”, completou.

 

Para o prefeito Vladimir Azevedo receber um embaixador de Moçambique na cidade é uma honra e mais um marco para o centenário da cidade. “Vale manifestar a honra de receber um embaixador, uma das maiores autoridades de um país, o que prova o que nós estamos vendo, mas também sentindo: que é a propagação de Divinópolis no cenário nacional e internacional, extrapolando suas fronteiras”, declarou.

 

O prefeito justificou a sugestão da criação de uma cidade amiga em Moçambique para estreitar ainda mais essa relação, que está sendo iniciada com o país. “Moçambique já demonstrou ver Divinópolis com outros olhos. Quando há interesse de um país desse tamanho na cidade, cabe a nós estreitarmos esse laço (...) vamos eleger qual cidade, trocar com o próprio embaixador e o senhor cônsul esse perfil e acho que vale estreitar porque eles mostraram esse interesse e vale essa reciprocidade em conhecer, integrar e criar uma nova relação mais que comercial, mas afetiva com uma cidade de Moçambique”, disse.

 

De acordo com o cônsul, Deusdete Januário, a escolha por Divinópolis foi feita tendo em base que é uma cidade bem administrada e uma “cidade estrela”, local de empresários bem sucedidos. “Moçambique busca essas estrelas para brilharem também em Moçambique. Por ser uma cidade bem administrada e ter pessoas com esse interesse de crescimento”, esclareceu.

 

A comitiva visitou o Movimento Unificado Negro de Divinópolis (MUNDI), os shoppings de confecções localizados na região da rodoviária, a cidade de Carmo do Cajuru e a noite foi realizada, no auditório da Fiemg, uma solenidade oficial de apresentação de Moçambique às autoridades dos municípios e troca de presentes entre os representantes. De acordo com o prefeito Vladimir Azevedo também no cronograma da visita abordando o aspecto cultural foi promovida uma roda de samba no Bar Tia Elza para receber o embaixador.  Hoje (15), algumas empresas serão visitadas como a FCA e a Gerdau para identificar também possibilidades dessa integração comercial e industrial.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.