terça-feira, 9 de Dezembro de 2014 04:57h Atualizado em 9 de Dezembro de 2014 às 04:59h. Jotha Lee

Voos comerciais ligando Divinópolis a Campinas só em fevereiro do ano que vem

Azul confirma data e diz que processo está parado aguardando adequações no aeroporto

A Prefeitura bem que tentou manter sob sigilo o adiamento para o ano que vem dos voos comerciais ligando Divinópolis a Campinas, no interior de São Paulo. Entretanto, a suspensão da licitação para contratação da empresa que vai operar tecnicamente o aeroporto Brigadeiro Cabral trouxe à tona o terceiro adiamento da linha aérea. E a Azul Linhas Aéreas declarou com exclusividade à Gazeta do Oeste que só vai dar início aos voos em fevereiro.
A licitação estava marcada para a semana passada, com duas empresas inscritas. Ocorre que uma das interessadas entrou com uma impugnação 24 horas antes da abertura dos envelopes, solicitando informações técnicas, provocando o adiamento. No último dia 3, data prevista para a licitação, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Paulo César dos Santos, garantiu que o adiamento do processo não atrasaria o cronograma de implantação da linha aérea e assegurou que as datas estavam mantidas. Afirmou que a nova data da licitação seria remarcada imediatamente e essa semana, no máximo, o processo seria realizado.
O secretário garantiu ainda que no máximo até o próximo dia 19 as adequações no aeroporto exigidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) estariam concluídas. Mas, não é exatamente essa a realidade. Na edição de ontem do Diário Oficial dos Municípios, a Prefeitura publicou aviso de reabertura do processo licitatório, que foi remarcado para o próximo dia 19. Com isso, a cinco dias do Natal, não haverá tempo hábil para a homologação do processo e muito menos para que a empresa vencedora inicie suas atividades até o final do mês, possibilitando o início dos voos comerciais.
A empresa a ser contratada para operar o aeroporto vai prestar serviços de administração, operação e manutenção, além da implantação das Estações Prestadoras de Serviços de Telecomunicações e Tráfego Aéreo (EPTA), que permitirão o controle de tráfego aéreo, de telecomunicações aeronáuticas, de meteorologia e informações aeronáuticas, além de disponibilizar uma rede de auxílios à navegação aérea. A instalação de todos os equipamentos de controle de tráfego aéreo demandará tempo e só deve começar após o feriado de ano novo.

 

 

FEVEREIRO
Ontem a Azul Linhas Áreas, que vai operar a ligação Divinópolis-Campinas, informou através de sua assessoria de imprensa que solicitou à Anac a liberação dos voos a partir de 2 de fevereiro de 2015. “O pedido está em análise e somente será avaliado após a confirmação das obras de adequações no aeroporto exigidas pela Anac. A princípio trabalhamos com a possibilidade de iniciar as operações no dia 2 de fevereiro, mas essa data ainda pode ser alterada”, comunicou a companhia.
Sobre o atraso nas obras de adequações e o adiamento da licitação para a contratação da empresa que vai operar o aeroporto, a Azul não fez comentários. “A Azul não comenta as questões de responsabilidade da Prefeitura. O pedido de liberação dos voos a partir de 2 de fevereiro está na Anac e é a Agência a responsável pela definição e liberação do aeroporto”, disse a assessoria.
Esse foi o terceiro adiamento do início das operações da ligação aérea através de voos comerciais ligando Divinópolis a Campinas. Inicialmente a Prefeitura anunciou os voos para 6 de dezembro, adiando posteriormente para fins de dezembro ou “no máximo início de janeiro de 2015”. A licitação que vai escolher a empresa que vai operar o aeroporto está marcada para as 9h, do próximo dia 19. A escolha da empresa e a conclusão das obras de adequação no aeroporto são as peças chaves para a liberação da linha.

 

 

Crédito: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.