Prefeito de Divinópolis irá processar envolvidos em vídeo de ofensas em supermercado na cidade.

Providências jurídicas já estão sendo tomadas contra todos os envolvidos, inclusive, com o propósito de se descobrir qualquer interesse eleitoreiros por trás de tais atos.

06 JUL 2020

 Diante da repercussão de vídeo que circula nas redes sociais, no qual o Prefeito Galileu Machado é surpreendido por uma cidadã com agressões verbais e injúrias descabidas, a Prefeitura Municipal de Divinópolis vem a público se posicionar sobre a fala extremamente desrespeitosa da mesma, que fogem a qualquer regra de civilidade. Tais ofensas extrapolam o âmbito do da figura pública, ferindo os preceitos legais e de respeito que qualquer cidadão merece, independentemente de cargo, idade ou qualquer outro motivo.

Dito isso, é preciso esclarecer que a visita do Prefeito ao local se dava a convite dos moradores para anunciar o início da drenagem pluvial e asfaltamento da Rua Guapé, no Bairro Belvedere, programadas para começar nos próximos dias. Trata-se de um investimento da ordem de R$ 1,5 milhão, obra essa que faz parte da retomada das ações de pavimentação  em Divinópolis e acontecerão em toda a cidade.

A abordagem ao Prefeito se deu instantes depois dele explicar aos presentes que os investimentos em infraestrutura não se aconteceram antes por causa das dificuldades enfrentadas ao longo do atual mandato, dentre elas, o montante de restos a pagar e a moratória dos recursos da Prefeitura praticado pelo Governo de Minas.

É importante ressaltar ainda o profundo respeito da Administração Municipal pela liberdade de expressão de todos os divinopolitanos e a garantia constitucional de qualquer cidadão em se expressar para cobrar aquilo que lhe é de direito. Porém, isso deve se dar dentro das normas de conduta e do respeito mútuo. Afinal, nos ensina a sabedoria popular que “uma alma sem respeito é uma morada em ruínas”.

Ressalta-se ainda que as providências jurídicas já estão sendo tomadas contra todos os envolvidos, inclusive, com o propósito de se descobrir qualquer interesse eleitoreiros por trás de tais atos.

 

 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.