AVIVAR INICIA PROGRAMA DE ARMAZENAGEM DE GRÃOS.

Projeto é considerado um dos maiores de Minas Gerais e possui uma recepção de 200 toneladas de safra por hora.

08 OUT 2020

Para impulsionar o agronegócio do centro-oeste mineiro, a Avivar iniciou o Programa de Armazenamento de Grãos.  Agora, além de estimular os proprietários rurais da região a investirem no cultivo de sementes, a empresa investe no armazenamento e compra desses produtos.

O projeto do Grupo Avivar surge após um trabalho intenso de pesquisa para crescimento nacional. “A produção de proteína animal tem papel fundamental no agronegócio e a oferta de grãos é a peça-chave para mantermos a competitividade desse setor”, explica o vice-presidente da Avivar, Antônio Carlos Vasconcelos Costa. 

A Avivar produz, atualmente, 240 toneladas de ração a hora, chegando a 24 mil toneladas por mês, direcionada para o Programa Parceira Integração de Aves, responsável pelo crescimento dos animais dentro de granjas avícolas. Com a criação do Centro de Armazenagem de Grãos, a empresa não só atenderia essa demanda, como poderá ampliá-la, uma vez que o programa é considerado um dos maiores de Minas Gerais.

A unidade contém silos, secadores e transportadores com tecnologia de ponta, que garantem a recepção de 200 toneladas de safras por hora, seguido de um controle de qualidade com laboratório próprio, onde especialistas capacitados avaliam o produto. A moega de recebimento conta com dois tombadores capazes de levantar os caminhões e realizar a descarga dos grãos.

Com 10 silos e dois pulmões, o sistema está apto para secar 100 toneladas por hora e armazenar mais de 86 mil toneladas de sorgo, milho e soja. O armazém ainda conta com tecnologia para controle dos grãos, como a termometria, uma estação de meteorologia e sistema de aeração automática, que garantem a conservação do produto.

“Estamos dando um grande passo, pois os silos são um instrumento fundamental para a classe agrícola que tem a garantia de que seus grãos serão bem acondicionados para, posteriormente, comercializar com a qualidade exigida pelo mercado”, salientou Antônio Carlos.  

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.