Em apenas 11 dias Bom Despacho registrou mais 225 casos confirmados de Covid-19.

Municípios da Macrorregião enfrentam o pior momento desde o início da pandemia, em abril do ano passado.

05 JAN 2021

Desde o início de dezembro, os casos de Covid-19 aumentaram consideravelmente em Bom Despacho e em toda a região. É a pior fase da pandemia desde seu início, em abril do ano passado. Apesar das medidas de segurança impostas pela Prefeitura e Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, as pessoas continuam se aglomerando, esquecendo da máscara e de desinfetar as mãos.

No Município, por exemplo, desde o dia 23 do mês passado, foram registradas mais 225 pessoas com o vírus. “É nítido que as pessoas se acostumaram com a situação, perderam o medo da doença e relaxaram, principalmente as que têm entre 20 e 59 anos. Não por acaso é a faixa etária que trabalha e também tem vida social mais ativa”, destacou o presidente do Comitê, Dr. Humberto de Paula e Silva.

Nessa idade, as pessoas têm mais chances de contrair a doença de modo leve. Entretanto, são os indivíduos dessa faixa etária que estão levando o vírus para casa e contaminando idosos e pessoas do grupo de risco. Estas têm grande probabilidade de desenvolverem a forma grave, serem internadas e até de morrerem. “A vida é prioridade nesse momento. Se as pessoas não se conscientizarem, entraremos rapidamente na mais restritiva, a Onda Vermelha. Toda a macrorregião já está nela”, alertou Dr. Humberto.

Recomendações não fazer nem participar de aglomerações e festas; usar sempre máscara; lavar sempre as mãos; não tocar as mãos nos próprios olhos ou boca; evitar visitar pessoas idosas ou do grupo de risco.

 

 

© 2009-2021. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.