Santa Casa de Formiga realiza a primeira captação de órgãos para doação.

A doadora foi uma mulher, de 39 anos, que teve um AVC e morte cerebral constatada.

A Santa Casa de Formiga realizou, nesta quinta-feira (26), a captação de órgãos de uma paciente que esteve internada no hospital desde segunda-feira (23), após ter sido trazida pelo SAMU, de uma cidade vizinha à Formiga.
Após diagnosticada a morte cerebral da paciente foram seguidos todos os protocolos necessários para a doação de órgãos. Estes protocolos foram coordenados pelo médico Dr. Yuri Amorim Braga, que é diretor técnico da entidade, e também pelos médicos Dra. Stella Alencar e Dr. Robert Alcântara, que fizeram contato com o MG Transplantes e repassaram todos os testes para que fosse validada a doação.
Uma equipe composta por 6 médicos de várias especialidades e 1 enfermeira chegou na cidade, de helicóptero, na manhã de hoje, para que a cirurgia fosse realizada. O procedimento para a retirada deu início às 12:30 horas e teve previsão de duração de três horas.
Os órgãos a serem doados são o coração, fígado e rins que serão destinados para Belo Horizonte. Segundo informou Dr. Yuri, o primeiro a ser retirado foi o coração, pois este tem uma durabilidade menor fora do corpo humano.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.