sábado, 13 de Abril de 2019 11:24h Carlos Henrique Monteiro

Técnico do Athletico-PR recusa proposta do Galo, e presidente paranaense ataca Sette Câmara

Petraglia atacou diretoria atleticana, e acusou de ser antiética

CARLOS HENRIQUE MONTEIRO. 

Uma confusão marca os bastidores dos Atléticos Paranaense e Mineiro. 

Após a demissão do técnico Levir Culpi, o nome de Tiago Nunes, técnico do Athlético-PR, foi cogitado para ser um substituto no Galo. Acontece que a diretoria do Furacão não quis liberar, e ainda há uma divergência de como foi abordada a negociação. 

No Twitter , Mario César Petraglia disparou, presidente do CAP, disparou. 

"Incrível, é verdade, o 'Mineiro' de forma antiética fez proposta milionária ao nosso técnico Tiago Nunes! O próprio presidente (Sérgio Sette Câmara), seu vice (Lásaro Cândido da Cunha) e o traíra Rui Costa (diretor de futebol do Atlético, que trabalhava no Athletico-PR) participaram em viva-voz do telefonema! Desespero total! Esqueceram eles que o Tiago Nunes é de homem de palavra e trabalha no Paranaense", publicou.

O Twitter oficial do clube, retwittou a mensagem, com os dizeres. "Ele fica". 

A resposta por parte do Atlético-MG veio com a seguinte mensagem no perfil oficial do clube. 

"Não foi bem assim. O treinador nos foi oferecido por seu empresário e provavelmente usou desse expediente pra ganhar um expressivo aumento. É inacreditável que o Petraglia esteja há 50 anos no futebol e não tenha aprendido como funciona!". A mensagem foi compartilhada pelo vice-presidente alvinegro, Lásaro Cândido da Cunha.

O técnico Tiago Nunes agradeceu o interesse alvinegro, revelou que foi procurado de maneira honesta pela diretoria, mas ressalta a opção de ficar em Curitiba. 

Confira a nota de esclarecimento emitida pelo técnico na íntegra:

 

Desde o princípio da minha carreira como profissional, sempre mantive uma postura íntegra e séria nas relações com os clubes por onde passei. Já comandei 22 equipes do futebol brasileiro das mais diferentes culturas e metodologias. No Athletico, encontrei um lugar para colocar minhas ideias sobre futebol em prática em sua totalidade e fomos extremamente felizes durante a temporada de 2018. Junto da minha comissão técnica, funcionários e jogadores, tivemos um ano mágico para o Clube. Tudo isso conquistado com muita confiança e seriedade.

 

Confio muito que as relações humanas transparentes não deixam dúvidas sobre os nossos atos e sobre a forma com que conduzimos nossa trajetória. O contato e, posteriormente, proposta oficial formalizada pelo Atlético Mineiro foi recebida por mim e meu representante de maneira honesta. Cumprimos tudo dentro do correto para que os diretores do Athletico tomassem conhecimento e pudessem analisar a oferta. Em conversa com o Presidente do Conselho Deliberativo do Athletico, Mario Celso Petraglia, decidimos pela minha permanência na instituição que me acolheu tão bem e deu condições para exercer minha função da melhor maneira. 

 

Agradeço a lembrança dos profissionais que trabalham na equipe mineira pela proposta e maneira como me trataram nestes últimos dois dias em que mantivemos contato. Sigo meu trabalho com a consciência tranquila e a certeza de que caminhamos na trilha certa para alcançar os objetivos traçados para a temporada.

 

Saudações,

 

Tiago Retzlaff Nunes.

 

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.