TJMG pode realizar novo concurso público em 2020.

No dia 27 de novembro de 2019 foi aprovado pela Assembleia Legislativa e Minas Gerais – ALMG - o Projeto de Lei nº 1.022/2019, que unificou as carreiras da primeira e segunda instâncias.

Com isso, o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais – TJMG - concluiu um processo de reorganização interna do quadro de servidores que estava impedindo a realização de um novo concurso.

Assim, a expectativa é que um novo edital com oportunidades para cargos de nível médio e superior seja publicado no primeiro semestre de 2020.

Situação atual dos Concursos TJMG

Atualmente estão em andamento dois concursos no tribunal mineiro.

O primeiro concurso se destina ao provimento de cargos na primeira instância e o Instituto AOCP já foi escolhido como banca organizadora

As oportunidades seriam para os seguintes cargos:

  • Técnico Judiciário (nível superior), especialidades: assistente social judicial e psicólogo judicial;
  • Oficial Judiciário (nível médio), especialidade oficial de Justiça avaliador.

O outro seria para provimento de cargos na segunda instância e o Instituto IBFC - já foi contratado para organização do certame.

Nesse caso, seriam contemplados os seguintes cargos:

  • Técnico Judiciário (nível superior), especialidades: administrador de banco de dados, administrador de rede, analista de sistemas, cirurgião dentista, enfermeiro, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro mecânico, estatístico, médico e técnico judiciário;
  • Oficial Judiciário (nível médio), especialidades: assistente técnico de controle financeiro, assistente técnico de sistemas e oficial judiciário.

Contudo, após a aprovação do Projeto de Lei nº 1.022/2019, que unificou as carreiras que antes eram divididas entre primeira e segunda instância, a tendência é que esses concursos sejam cancelados e seja realizado um concurso único para todo o Estado.

Concurso TJMG 2020

No Concurso TJMG 2020 devem ser oferecidas vagas nos cargos de Técnico Judiciário (nível superior), que oferece remuneração inicial de R$ 4.337,09.

Já os cargos de nível médio, que oferecem remuneração inicial de R$ 2.769,46, não devem ser contemplados no próximo concurso.

A razão disso é que foi apresentada uma emenda ao projeto de unificação das carreiras com pedido de aproveitamento da lista de aprovados para cargos de nível médio no concurso TJMG 2017, que ainda está em vigor.

Essa emenda foi aprovada pelo plenário da ALMG e um novo concurso só poderia oferecer oportunidades para cargos de nível médio na especialidade oficial justiça, tendo em vista que esse cargo não foi oferecido no certame de 2017.

Como passar no Concurso TJMG 2020

De acordo com Guilherme Machado, aprovado e nomeado duas vezes no Concurso TJMG e autor do blog QPC – Quero Passar em Concursos, para ter chances de conseguir uma vaga no tribunal o candidato deve:

  • Preparar-se com antecedência: nada de esperar a publicação do edital para dar início aos estudos. A preparação deve ser de médio a longo prazo;
  • Ter planejamento e disciplina: também é preciso se organizar em relação aos horários e matérias que serão estudas em cada dia da semana e cumprir o que foi planejado com disciplina;
  • Investir em bons materiais: outro fator importante é estudar por materiais de qualidade, que tragam toda a teoria cobrada nos editais, além de questões. Para o Concurso TJMG ele recomenda o curso online Estratégia Concursos.
  • Realizar revisões periódicas: para fixar o conteúdo estudo é preciso realizar revisões em intervalos de 24 horas, 7, 15 e 30 dias.
  • Treinar muito: e o grande diferencial para aumentar as chances de passar é resolver questões de concurso exaustivamente, principalmente da mesma banca organizadora. Ao resolver questões o candidato revisa a teoria, conhece a banca organizadora e aprende a se livrar das pegadinhas, descobre o que mais cai em prova e como o assunto é cobrado, entre outros benefícios.

Ao seguir essas dicas você aumentará consideravelmente suas chances de passar no Concurso TJMG 2020!

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.