quarta-feira, 6 de Dezembro de 2017 17:35h Atualizado em 6 de Dezembro de 2017 às 17:42h. Diego Henrique

Ex-vereador de Divinópolis assume gestão da UPA

José Geraldo, conhecido como “Geraldinho da Saúde”, foi afastado da secretaria de saúde de Formiga para assumir a unidade

Na tarde de ontem (5), o ex-vereador de Divinó­polis, José Geraldo Pereira, conhecido como Geral­dinho da Saúde, assumiu a gestão da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA 24h). Durante a manhã, ele assinou a saída temporária da Secretaria de Saúde de Formiga, onde atuava como responsável pela pasta há quase um ano. À tarde, ele esteve na UPA, onde se reuniu com a equipe. José Geraldo deverá atuar na transição da atual gestão compartilhada entre a Pre­feitura de Divinópolis e a Santa Casa de Formiga para uma gestão única.

Segundo o novo gestor, o convite para assumir a superintendência da UPA aconteceu há cerca de duas semanas. Ele foi procurado pela mesa administrati­va da Santa Casa, mas só aceitou o convite com a condição de trabalhar na unidade durante o processo de transição.

“O mais importante nes­se momento é garantir a assistência humanizada e batalhar para que isso aconteça. Nós, enquanto Santa Casa, podemos con­duzir essa transição com todos os agentes partici­pando com o Município, a Santa Casa, juntamente com o Ministério Público, para que, de fato, a situação se resolva”, explicou José Geraldo.

Segundo a Prefeitura, a Santa Casa notificou o Mu­nicípio na semana passada sobre o interesse em res­cindir o contrato de gestão compartilhada. A Prefeitura também mostrou vontade no rompimento do contra­to. Caso seja rescindido, há uma multa de quase R$ 4,7 milhões que precisa ser qui­tada, porém a intenção da Prefeitura é negociar, para que ambos os lados estejam isentos do pagamento.

O interesse no rompi­mento do contrato foi apre­sentado depois que o antigo gestor da unidade, José Or­lando Reis, denunciou vá­rias irregulares encontradas no convênio firmado entre a Prefeitura e a Santa Casa, como por exemplo, a falta de repasses do Município à provedora da unidade, a falta de medicamentos e insumos e o atraso do pa­gamento dos salários dos médicos terceirizados.

No final do mês passado, a vereadora Janete Apare­cida (PSD) protocolou o pedido de instauração de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara para investigar as denún­cias. “Um empurra para o outro. O Município diz que a culpa é da Santa Casa, a Santa Casa fala que a culpa é do Município e ninguém diz realmente a verdade”, disse a vereadora ao proto­colar o pedido.

POLÍTICA

Apesar de ter atuado como vereador em Divi­nópolis entre 2009 e 2012 e ter aceitado o convite para assumir a gestão da UPA ainda como secretá­rio de saúde em Formiga, José Geraldo afirma que irá trabalhar somente como gestor e que, ao final do processo de transição, irá voltar a assumir a pasta em Formiga.

“A nossa preocupação é que o processo de transição ocorra de forma rápida, uma vez em que minha atuação aqui em Divinó­polis será somente como gestor, não tendo nenhum cunho político. Ao término do processo, eu retorno para Formiga e retomo à Secretaria de Saúde”,

explicou.

Apesar de o gestor não falar em datas para o térmi­no da transição, a Prefeitura afirma que a previsão é que o contrato seja rescindido no dia 1 de julho do ano que vem. Com o anulamento do contrato, a Secretaria Municipal de Saúde (Se­musa) irá abrir um novo processo licitatório para que uma empresa de ge­renciamento exclusivo de RH assuma a gerência da UPA.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.