sábado, 10 de Dezembro de 2011 09:22h Cristiane Fernandes

Lote vago acumula lixo e oferece riscos aos vizinhos

No bairro São Luis, um lote vago, acumula pneus, vasilhas, telhas e fios de cobre

A primavera, além de ser a estação das flores, é conhecida pela instabilidade do tempo, é o período de transição para a época mais quente do ano, o verão. É justamente nesta estação que acontecem as chuvas inesperadas e que surpreendem muitas pessoas. A situação pode ser ainda mais agravante com a presença de lixo em locais inadequados.


Na manhã de ontem, a nossa equipe de reportagem flagrou no bairro São Luis, próximo às antenas de transmissão televisiva, grande quantidade de lixo jogado em lotes vagos. Além do mato, fios de cobre, lixo doméstico, pneus e até mesmo tanques de lavar roupa são encontrados no local.
Os lixos são encontrados próximos a algumas residências, algumas até mesmo abandonadas, e com o período chuvoso, é possível que o lixo se espalhe. Além da sujeira, é importante a população, próxima ao local, pedir providências à prefeitura, para ser realizada a limpeza no local.Também é importante, os moradores ficarem atentos à presença do Aëdes aegypti, mosquito transmissor da dengue, devido aos objetos que acumulam água no local, como baldes, pneus sacolas e vasilhas.


A nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com a prefeitura de Divinópolis, para esclarecer sobre o assunto, mas devido ao recesso do feriado, ninguém foi encontrado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.