quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011 13:33h Flaviane Oliveira

Moradores do Vila Romana fazem nova manifestação contra instalação de antena de telefonia móvel

Centenas de moradores dos bairros Vila Romana, Danilo Passos, Manoel Valinhas e regiões próximas se reuniram na noite de ontem (13) na Avenida Líber, em frente ao lote onde está sendo instalada uma antena de telefonia móvel para protestar. A manifestação foi realizada com o objetivo de ampliar o movimento contra a instalação do equipamento na região. Os moradores da região já lutam a quatro anos contra a instalação e intensificaram os manifestos nas últimas semanas.
No inicio do mês uma reunião foi realizada e algumas medidas foram tomadas, entre elas o encaminhamento de um ofício ao Ministério Público, solicitando o embargo da instalação da antena. Um abaixo assinado  também foi organizado e já conta com centenas de assinaturas.
Ernani Batista, um dos manifestantes explica que o protesto tem a função de chamar a atenção do Ministério Público e de todos os divinopolitanos para que a antena não seja instalada. De acordo com Ernani, as obras de instalação do dispositivo já estão bem adiantadas e nos últimos dias os moradores da região estão vigiando para que os funcionários da construtora não continuem a obra.

MANIFESTAÇÕES
A reportagem esteve no local onde estão sendo realizadas as obras de instalação do equipamento no início do mês e de acordo com a população, os moradores temem que a proximidade entre a antena e as residências possa provocar danos à saúde.
Na ocasião um dos moradores do local falou da preocupação que sente com a instalação do dispositivo, “Eu sou caminhoneiro há mais de 20 anos e inclusive para operadoras de telefone e eu tive que ter um kit de segurança. Então se eu tive que ter curso e kit de segurança quer dizer que o material é perigoso. O que a gente tem medo é disso. Eu tenho filhos pequenos, sou caminhoneiro e saio para viajar, crianças são curiosas e de repente se tem contato com a área que represente algum risco eu tenho medo é disso” frisou.
No inicio do mês mais uma manifestação foi realizada. Vários moradores se reuniram na Avenida Líber para manifestar sobre a obra e no local faixas, cartazes e carro de som foram utilizados para mostrar a indignação dos moradores.

EMPRESA
A reportagem entrou em contato com a empresa responsável pela possível instalação e manutenção da antena de telefonia no local para saber o que será feito frente às manifestações e alegações dos moradores do bairro, porém a assessoria não estava disponível para prestar os esclarecimentos no momento. A assessoria de comunicação da empresa explicou  que assim que possível prestaria todos os esclarecimentos quanto a questão, mas até o momento não se manifestou sobre o caso.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.