quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011 13:23h Flaviane Oliveira

“O acesso à cultura é um direito de todos”

Ataliba Lago recebe melhorias por meio do projeto de revitalização

Aquisição de novos livros, restauração de livros já existentes, melhorias na estrutura física e uma série de mudanças completaram a revitalização e ampliação do acervo da Biblioteca Municipal Ataliba Lago. O processo iniciado ainda em agosto de 2009 chegou ao final na manhã de ontem com a solenidade que contou com a participação do secretário Municipal de Cultura, Bernardo Rodrigues, a coordenadora geral do projeto, Celma Bosque, a coordenadora técnica da biblioteca Márcia Cecílio, o vice-presidente da Academia Divinopolitana de Letras, Paulo Milagres, além de representantes da Sociedade Amigos da Biblioteca e da Exdil, empresa parceira no projeto. Desde a inauguração da biblioteca no ano de 1957, essa foi a primeira vez que a Ataliba Lago recebeu intervençãos desse porte.
Durante o evento realizado na manhã ontem, o secretário de Cultura falou das melhorias e do momento em que se encontra a Biblioteca Municipal. Para Bernardo esse é um momento de destaque que foi possível por causa de uma série de investimentos ao longo do ano, “Isso, graças a uma parceria com a Sociedade Amigos da Biblioteca, que correu atrás de recursos via lei de incentivo” destacou. Ainda por meio da revitalização, foram comprados novos computadores, livros e estantes. Além disso, todo o setor infantil passou por mudanças e melhorias.
O projeto foi realizado pela Sociedade Amigos da Biblioteca, através do Fundo Municipal de Cultura, pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura por meio da empresa Exdil. O patrocínio foi da Kentron Indústria e Comércio, com coordenação de Celma Bosque.

MUDANÇAS
Uma das melhorias mais esperada é o terminal de consultas onde os usuários da biblioteca poderão consultar os títulos nos quais tenham interesse. Nos próximos dias estará em funcionamento o site da Ataliba Lago que conta hoje com mais de 92 mil livros em seu acervo. Foram adquiridas também a assinatura de dezenas de revistas de circulação nacional.
Foi criada ainda uma conta específica para receber os depósitos do que é arrecadado das multas por atraso na entrega dos livros e de cadastros de novos usuários. Todo esse recurso é depositado numa conta específica, parte dele no fundo municipal de cultura e parte na conta da Biblioteca, que serve  para garantir mais investimentos e melhorias.
Desde o início da revitalização, uma série de atividades foi realizada, entre elas a pintura de toda a biblioteca e melhorias na comunicação visual em todo o prédio, o que permite os usuários identificarem melhor os livros, salas e auditório. No total foram adquiridos mil livros e outros 300 foram restaurados e todas as cortinas também foram substituídas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.