terça-feira, 6 de Dezembro de 2011 12:05h André Bernardes

Secretaria de Educação promove encontro para discutir melhorias no setor

A Secretaria Municipal de Educação, SEMED, promoveu na manhã de ontem uma reunião  para a escolha do comitê local de Mobilização Social. O comitê será formado por entidades governamentais e não governamentais que trabalharão em prol da educação no município.


No dia 26 de outubro deste ano, foi realizado o primeiro  Seminário de Mobilização Social pela Educação de Divinópolis,  ministrado pelo coordenador do Comitê-Rio do Plano de Mobilização Social pela Educação do MEC, Sérgio Benedito Maia, que apresentou, sugestões para estabelecer estratégias de parceria família e escola. No encontro de ontem, representantes de empresas, secretarias da prefeitura e Polícia Militar começaram a montar o comitê.
A secretária de Educação, Eliana Cançado, afirma que esta mobilização social é muito importante para a educação. “O movimento social pela educação é um movimento do MEC, já é realizado desde 2008 e está ganhando espaço em todas as cidades. A vantagem é a gente fazer cumprir o que a sociedade e a educação demandam, que é a junção de todas as instituições governamentais e não governamentais da cidade pelo bem da educação. Ela é direito de todos e obrigação do estado, da família e da sociedade. Então nós estamos aqui reunindo vários segmentos para que a gente possa a partir do ano que vem elaborar um plano de ação para que a gente busque uma melhoria na educação que nós oferecemos a crianças e jovens de nossa cidade. Ela vai abranger todas as escolas públicas e particulares” contou.


Os planos prevêem trabalhar o aluno além da grade acadêmica, oferecendo esporte e cultura, formando assim um cidadão mais consciente e completo. Para isso toda a comunidade pode atuar junto à secretaria com trabalhos voluntários e projetos para as escolas, porém a grande participação que o comitê quer promover é a da família dentro da escola. “O comitê tem ações previstas e hoje queremos aumentar o número de mobilizadores e vamos tentar colocar  metas e quebrar as barreiras da educação. Sabemos que em Divinópolis temos pessoas que não tiveram oportunidade de estudar na época certa, vamos chamar essas pessoas para estudar, vamos fazer ações dentro das escolas, no entorno. Precisamos ter conosco todas as entidades” disse Eliana.


Os principais beneficiados com estas ações serão os alunos. No dia 23 de fevereiro de 2012 será realizado outro encontro para iniciar as ações. “Tudo será feito para o aluno, pois irá refletir na formação. Queremos olhar esse aluno como um todo, despertando seus dons artísticos, culturais, dando condições de ter uma vida saudável, ser um cidadão que tenha participação maior da vida de seu país” concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.