quarta-feira, 30 de Novembro de 2011 09:33h Sarah Rodrigues

Veículos se espremem nas ruas de Divinópolis

Atualmente existem mais de 100 mil veículos circulando pelo município que representa uma média de um carro a cada 2 habitantes. Contudo, em horário de pico principalmente o centro da cidade fica muito cheio e os carros se espremem nas faixas

Ter um carro próprio é o sonho da maioria das pessoas. Conforto, comodidade, agilidade entre outros benefícios são fatores que motivam a compra de um veículo. Em Divinópolis, não é diferente as oportunidades de financiamento, fazem com que os automotores saiam rapidamente das concessionárias. Tanta agilidade faz com que as ruas divinopolitanas fiquem cheias de carros e aumentam consideravelmente o número de acidentes.


Enquanto o município registra 213 mil habitantes, as ruas abrigam cerca de 100 mil carros. Dados do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos de Minas Gerais (Sincodiv) apontam que na cidade estão registrados 56,4 mil carros, 22,7 mil motos, 2,1 mil caminhões, 654 ônibus e o restante dos veículos estão distribuídos entre microônibus, guinchos e motonetas.
Com tantos automoveis nas ruas somente no ano passado foram registrados 158 atropelamentos, com oito mortes. Somente neste ano mais de quatro mil veículos foram licenciados a média é de 20 emplacamentos por dia e mais 600 por mês. O licenciamento de motocicletas cresceu mais de 20%, enquanto o de veículos expandiu 15% nos primeiros sete meses de 2011 no confronto com igual período do ano passado.


Segundo o secretário de trânsito e transportes, Júlio Valério o aumento da frota divinopolitana pode ser um problema futuro do município. “A frota vem aumentando absurdamente e isso não deixa de se tornar um problema. A frota do municio tem aumentado quase 10% por ano e isso é muito”.


Nos finais de semana quando a maioria das pessoas vai às ruas, para fazer compras e utilizam seus veículos particulares as vias ficam cheias, tumultuadas e o fluxo é lento, em alguns pontos como a avenida 21 de Abril ocorrem até engarrafamentos. “As pessoas podem ter um carro particular, mas chega um ponto que as pessoas não poderão fazer tudo com o carro privado. Porque o transporte coletivo tem que cumprir o seu papel e Divinópolis por ser uma cidade polo além de ter uma frota muito grande, quase um veículo a cada dois habitantes e vem muitas pessoas para a cidade”, acrescenta.
Para Valério as ações da Settrans visam a melhoria no trânsito e que mesmo com o crescimento da frota a secretaria busca minimizar os impactos. “Por aí tendo, podemos perceber como que no último ano o trânsito em Divinópolis melhorou com fluidez com todas essas obras que fizemos”.

 

 

CICLOVIAS


Devido ao aumento do número de veículos a Settrans iniciou inclusive uma rede de ciclovias para oferecer aos cidadãos uma nova opção de transporte. Júlio ressalta que as pessoas em breve poderão andar pela malha de ciclovias, diminuindo o número de automotores nas ruas.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.