Inscrições no processo seletivo para vagas temporárias do Estado estão abertas.

Selecionados vão prestar apoio às ações da Sedese em municípios atingidos por rompimento da barragem de Brumadinho

Começa nesta segunda (18/5)  o processo seletivo simplificado para contratação temporária de 18 profissionais que vão atuar em ações de reparação dos danos provocados pelo rompimento da Barragem B1, da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. As vagas de Analista de Gestão e Políticas Públicas em Desenvolvimento são destinadas a Belo Horizonte, Curvelo e Divinópolis. As inscrições já estão disponíveis. Clique aqui e inscreva-se.

Os contratados vão prestar apoio técnico às ações da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) nos municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Brumadinho. Os valores das contratações, incluindo encargos, acréscimos e demais vantagens, serão custeados pela mineradora.

O processo seletivo ocorre em três etapas: candidatura e habilitação; análise de currículos e títulos e entrevista. O prazo de validade da seleção é de até seis meses, a partir da publicação do resultado final, podendo ser prorrogado por no máximo 18 meses, de acordo com o Edital Sedese nº 01/2020 e Errata Edital Sedese Nº 01/2020 Retificação Nº 01.

Sobre 

Serão analisados os currículos e os títulos dos candidatos para habilitação, com caráter eliminatório, e pontuação conforme os critérios estabelecidos no edital. Os três candidatos com maior pontuação, por vaga, serão convocados para etapa de entrevista, que pode ser realizada por meio de videoconferência em virtude da pandemia da covid-19.

Vagas

Ao todo, são 18 vagas para exercício de atividades em Belo Horizonte, Curvelo e Divinópolis. Confira abaixo as descrições e os requisitos para as funções:

Função: Analista de Gestão e Políticas Públicas em Desenvolvimento

Remuneração bruta: R$ 2.292,09 + vale alimentação de R$ 47 por dia trabalhado

Escolaridade: Ensino superior completo

Carga horária: 40 horas semanais, cumpridas diariamente

Atribuições: Apoio técnico às ações da Sedese nos municípios atingidos pelo rompimento da Barragem B1, da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

 

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.