Divinópolis

Sancionada lei que proíbe nomeação de condenados por violência sexual contra crianças e adolescentes em Divinópolis

O prefeito de Divinópolis Gleidson Azevedo, sancionou a Lei nº 8.997, de 22 de março de 2022, que prevê a vedação de nomear pessoas que foram condenadas por crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes a cargos no âmbito da Prefeitura e de entidades da administração indireta. 

A lei foi publicada na quarta-feira (23/3), no Diário Oficial dos Municípios Mineiros e entrou em vigor no mesmo dia. A proibição de nomeação aplica-se aos que forem condenados em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o prazo da reabilitação criminal.

De conformidade com o disposto na lei, está vedada a nomeação de pessoas que tiverem sido condenadas por crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes na Prefeitura e nas entidades da administração pública indireta aos cargos em comissão de livre nomeação e exoneração, efetivos, funções de confiança e àqueles que prestarem serviços ou receberem incentivos públicos.

Os crimes são previstos no capítulo II “Dos crimes sexuais contra vulnerável”, do título VI “Dos crimes contra a dignidade sexual”, do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940, Código Penal, e nos artigos 240, 241, 241-A, 241-B, 241-C, 241-D e 244-A da Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.