Economia

Bitcoin cai para nova mínima de 18 meses e colapso se aprofunda

Maior criptomoeda do mundo caiu 7,8%, chegando a US$ 20.289.

O bitcoin caiu na quarta-feira para uma nova mínima de 18 meses, arrastando ativos digitais menores e aprofundando um colapso do mercado desencadeado pelo banco norte-americano de criptomoedas Celsius nesta semana, que congelou os saques de clientes.

A maior criptomoeda do mundo caiu 7,8%, para US$ 20.289, a menor cotação desde dezembro de 2020. O bitcoin já acumula quedas de cerca de 28% desde sexta-feira e de mais da metade de seu valor este ano. Ante o recorde de 69 mil dólares em novembro, a queda da moeda digital é de 70%.

Os fundos de criptomoedas tiveram saídas de 102 milhões de dólares na semana passada, de acordo com a gerente de ativos digitais CoinShares, que citou a expectativa dos investidores de uma política mais rígida do banco central.

O valor do mercado global de criptomoedas caiu 70%, para menos de 900 bilhões de dólares, de um pico de 2,97 trilhões de dólares em novembro, mostram dados da CoinMarketCap.

“As ondulações que atravessam o mercado ainda não pararam”, disse Scottie Siu, diretor de investimentos da Axion Global Asset Management. “Acho que ainda estamos no meio disso, infelizmente, o jogo ainda não acabou.”

As criptomoedas menores, que tendem a se mover em conjunto com o bitcoin, também caíram. O ether, o segundo maior ativo digital, caiu 12%, para 1.045 dólares, uma nova mínima de 15 meses.

O caos no mercado de criptomoedas se espalhou para outras empresas, com várias exchanges reduzindo a força de trabalho.

Fonte: Agência Brasil

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.