Economia

Com saldo de 20 mil vagas em abril, Minas já gerou mais de 78 mil empregos com carteira assinada em 2022

Desde o início da atual gestão, 483.972 postos de trabalho foram criados; nesta segunda (6/6), há 9,6 mil oportunidades disponíveis nos postos do Sine.

Minas Gerais mantém, pelo terceiro mês consecutivo, saldo positivo na geração de empregos formais. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, em abril foram gerados 20.059 postos de trabalho com carteira assinada, resultado da contratação de 203.232 trabalhadores e do desligamento de outros 183.173  no mês. 

Desde o início da gestão do governador Romeu Zema, Minas Gerais já registrou a criação de 483.972 empregos com carteira assinada até abril, resultado da admissão de 6.555.572 trabalhadores e do desligamento de outros 6.071.600 no período. Depois de um saldo negativo de 1.056 vagas de empregos formais registrado em 2020, consequência da crise provocada pela pandemia de covid-19, o estado retomou a geração de empregos formais no ano passado, quando houve saldo positivo de 308.865 vagas de emprego. No acumulado deste ano, Minas Gerais já criou 78.443 postos de trabalhos formais.  

No mês de abril deste ano, o estado ficou em terceiro lugar em saldo positivo na geração de empregos formais, perdendo apenas para São Paulo e Rio de Janeiro, que registraram, respectivamente, a criação de 53.818  e 22.403 vagas de emprego no mesmo mês. O saldo no mês teve também 8.667 vagas a mais que o verificado em igual mês de 2021. 

Por setor de atividade econômica, todos os segmentos em Minas registraram desempenho positivo em abril. Serviços liderou a geração de empregos formais, com saldo de 11.446 postos com carteira assinada, seguido por indústria (3.326), agropecuária (2.678), comércio (2.318) e construção civil (291). 

De acordo com a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Amanda Siqueira Carvalho, o terceiro resultado positivo na geração de empregos formais no estado reafirma a tendência de expansão do mercado de trabalho. “A criação líquida de vagas de emprego, sobretudo nos setores de serviços e indústria, responsáveis desde janeiro pelos maiores saldos de empregos formais, traz perspectivas otimistas para a economia no restante do ano”, avalia. 

Painel do Sine 

Os trabalhadores que se encontram desempregados e estão à procura de uma oportunidade no mercado de trabalho contam, nesta segunda-feira (6/6), com 9.633 vagas de emprego disponibilizadas nas 133 unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine), coordenadas em Minas pela Sedese. A consulta aos empregos disponíveis podem ser feitas neste link, do Painel de Informações dos Sines. Do montante de postos de trabalho oferecidos, 293 são para pessoas com deficiência. 

As maiores ofertas de vagas são para servente de obras (968), alimentador de linha de produção (766), motorista de caminhão (603), pedreiro (598) e operador de telemarketing ativo e receptivo (457). No entanto, há também várias oportunidades de empregos para pessoas que possuem cursos superior. 

A consulta ao Painel de Informações sobre o Sine/MG foi disponibilizada pelo Governo de Minas em fevereiro deste ano. Pela internet, o trabalhador pode ter acesso às oportunidades disponíveis em todas as unidades do estado. Há filtros por região, município, ocupações e unidades. 

Fonte: Agência Minas Gerais

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.