Economia

Como funciona o crédito para MEI em fintechs?

            Toda pessoa microempreendedora sabe o grande desafio que é conseguir crédito para MEI. Isso costuma acontecer pelo fato de o microempreendedor individual ter dificuldade de comprovar sua renda mensal.

            Com toda essa burocracia, o sonho do negócio próprio de muitas pessoas, por vezes, nem consegue sair do papel pelo simples fato de nenhuma instituição financeira conseguir aprovar um empréstimo.

            Alguns conseguem recorrer aos familiares, outros encontram alternativas com juros extremamente altos. Porém, isso torna inviável o negócio, já que começam empreender já com uma grande dívida.

            Se você se enxergou nessa situação, a boa notícia é que este problema vem sendo solucionado com a chegada das fintechs. Isso mesmo, essas startups estão se tornando a saída que muita gente precisava para fazer seu negócio decolar.

            Para entender melhor sobre como o crédito para MEI ganhou uma nova realidade com o surgimento dessas empresas digitais, é só continuar a leitura por aqui. Neste texto, você vai conhecer mais sobre o que são fintechs e como elas têm salvado muitos microempreendedores por aí.

Mas afinal, o que é uma fintech?

            Talvez este termo seja novo para você, ou talvez você já tenha ouvido falar por alto, mas imaginava ser uma empresa destinada apenas às pessoas físicas, certo?

            Pois bem, para começar a te situar neste cenário, antes é importante explicar o termo fintech. Trata-se da junção de duas palavras inglesas: Financial, que significa financeiro, e Technology, que é tecnologia.

            Esse tipo de empresa chega com o desafio de usar a tecnologia para aperfeiçoar serviços financeiros. Isso pelo fato de as instituições financeiras tradicionais terem se tornado cada vez mais caras e burocráticas. O exemplo disso é a dificuldade de se conseguir dinheiro para empreender devido à falta de comprovação de renda, mesmo com o extrato de declaração de imposto de renda.

            Em resumo, fintechs são startups ou empresas que desenvolvem produtos financeiros digitais e podem oferecer diversas soluções para seus usuários, como cartão de crédito, conta digital, carteira digital, seguros e também empréstimos.
            A desburocratização é um dos objetivos desse tipo de empresa, que, por permitir que tudo seja feito pela internet, deixam de necessitar das grandes agências e espaços físicos. O resultado disso? Taxa de juros e serviços mais baratos.

            Inicialmente, essas empresas digitais buscaram conquistar os clientes pessoa física. Mas logo passaram a cair nas graças também dos pequenos empreendedores, conhecidos como MEI.

            Com os novos serviços oferecidos, foi se tornando mais viável e fácil empreender, pagando juros mais baixos e conseguindo crédito de formas menos burocráticas.

Como conseguir crédito para MEI em uma fintech?

            De acordo com o estudo Inside Fintech, realizado pela Distrito, uma consultoria de inovação aberta, até o final de Já são 2021 já existiam mais de 1.200 fintechs atuando no Brasil.

            Abaixo, selecionamos as 3 principais que oferecem crédito para MEI.

1.   Creditas

            Esta é uma fintech que vem ganhando nome no mercado. O modelo de empréstimo lá é o com garantia, ou seja, você deixa um imóvel ou carro como garantia e em troca você tem juros bem baixos.

Esse tipo de empréstimo é muito conhecido na Europa e Estados Unidos. A lógica é que, quando você deixa um bem como garantia, o risco de inadimplência reduz, e muito.

Assim, com toda essa essa garantia, tanto a empresa quanto o MEI saem ganhando. O microempreendedor por não pagar juros abusivos e a Creditas, tem a garantia de que irá receber todo o valor do contrato.

2.   Gyra+

            Essa é a fintech que promete, após a aprovação, dinheiro na conta em até 24 horas para aumentar seu capital de giro, por exemplo.

A Gyra+ também opera com juros mais baixos, porém sem pedir bem como garantia, a exemplo da Creditas, como citado acima. Além disso, a análise de crédito é personalizada e a fintech monta taxas de acordo com o tipo de negócio oferecido pela MEI.

3.   CashMe

A CashMe é uma empresa especializada em empréstimos para MEI mediante garantia de imóvel, assim como a Creditas.

O objetivo também é oferecer crédito de qualidade, com juros baixos, sem burocracia, para que o valor financiado facilite a vida do microempreendedor.

Vantagens de fazer empréstimo em fintechs

            Você deve, agora, estar um pouco mais tranquilo em saber como funciona essa linha de crédito e onde conseguir, certo? Porém, pode ainda estar se perguntando quais são as reais vantagens de pegar empréstimo em uma fintech. Então, observe abaixo.

1.   Agilidade na aprovação

            Em todas as fintechs existentes, uma das principais razões de existir é desburocratizar o acesso ao crédito. Com isso, buscam na tecnologia uma forma de agilizar a aprovação de crédito.

            Ou seja, uma grande vantagem de se pedir empréstimo numa fintech é exatamente ter o dinheiro liberado na sua conta o mais rápido possível para começar a tirar os planos do papel.

2.   Tudo sem sair de casa

            E por falar em agilidade, já pensou em fazer seu empréstimo sem sair de casa? Através da internet, até mesmo pelo aparelho celular, é possível tirar fotos dos documentos necessários, fazer a assinatura digital e conseguir o valor que precisa para começar a investir no negócio.

3.   Juros mais baixos

            Como já mencionado anteriormente, as fintechs têm suas operações pela internet. Sendo assim, conseguem alcançar uma parcela significativa da população sem precisar estar em todos os estados do Brasil.

            E sem a necessidade de gastos com agências físicas ou com alternativas que reduzem os riscos de inadimplência – como no caso do crédito com garantia –, é possível oferecer juros saudáveis que não pesam na hora de pagar a parcela e não comprometem o lucro do microempreendedor.

4.   Melhor experiência

            Com tudo sendo feito de forma rápida, transparente, de casa e sem burocracia, a experiência de quem usa as fintechs para tomar crédito passa a ser a melhor possível.

            Conquistando o cliente, a fintech ganha a chance de ser indicada a ele para amigos e parentes que se encontram na mesma situação.

Outras soluções de fintechs para MEI

            Se você gostou dessa história de as fintechs terem como objetivo a desburocratização dos serviços financeiros, com certeza vai gostar mais ainda de saber que não é só de empréstimos que elas são compostas.

            Dentre todas essas fintechs existentes no Brasil, muitas delas oferecem outros serviços que podem facilitar o dia a dia da pessoa que está empreendendo, como um cartão de crédito pj, por exemplo.

            Dentre os serviços, um grande destaque é a conta digital da Cora, fintech focada em quem empreende. Com ela, você tem acesso à conta digital Cora de forma totalmente gratuita e, além disso, consegue, ainda, um cartão corporativo sem anuidade.

            Viu só quanto serviço interessante é possível conseguir com as fintechs brasileiras? Então, se você é um microempreendedor individual que pretende prosperar cada vez mais nos negócios, não deixe de conhecer todos os serviços oferecidos por essas empresas que usam a tecnologia de forma inteligente para desburocratizar os serviços financeiros.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.