Economia

Copasa amplia investimentos na operação da região Central de Minas

Considerando o montante investido em 2021, o valor deve chegar a R$ 150 milhões até o final deste ano em todo o Estado.

Buscando estender e aprimorar a cobertura dos serviços de água e esgoto em Minas Gerais, a Copasa está ampliando os investimentos na operação (que são intervenções de pequeno porte e de baixa complexidade voltadas à melhoria dos sistemas de abastecimento e de esgotamento). Até o último mês de abril, a companhia já havia investido R$ 24 milhões em 2022 e a previsão é que, até o final do ano, os investimentos em obras de melhorias operacionais somem R$ 80 milhões em todo o Estado. Considerando o montante investido em 2021 (R$ 70 milhões), o valor deve chegar a R$ 150 milhões em dois anos.

Na área de abrangência da Unidade de Negócio Centro (UNCE), a Copasa tem investido na substituição de redes de água e de esgoto e em obras de ampliação e melhorias. Em Divinópolis, por exemplo, aproximadamente R$ 300 mil foram investidos na interligação de poços e na operação visando garantir o abastecimento regular de água, com benefício direto para os bairros Lagoa Park, Santa Lúcia e parte do bairro Vale do Sol – atendendo a uma população de cerca de 3.600 pessoas.

Já em Cláudio, a Copasa investiu R$ 410 mil no desassoreamento e revitalização da captação no Ribeirão dos Gentios, melhorando a vazão de água para abastecimento na cidade de aproximadamente 24 mil habitantes.

Em Itatiaiuçu, a Copasa investiu cerca de R$ 300 mil em duas obras para melhorar a disponibilidade de água aos moradores do bairro Santa Terezinha. Uma delas foi realizada na operação do poço que atende à localidade e a outra consistiu na implantação de rede para transporte, disponibilizando maior vazão de água e resolvendo a intermitência no abastecimento do bairro Retiro dos Bandeirantes.

No município de Nova Serrana, uma obra de R$ 300 mil ampliou a vazão de três poços que abastecem o município, garantindo a regularidade no fornecimento de água a mais de 40 mil pessoas. E em Itaverava foi feita a implantação de adutora de água tratada para melhorar o abastecimento do bairro Bananal, no valor de R$ 93 mil.

Além de melhorias na operação dos sistemas de abastecimento de água, a Copasa também tem investido na operação de esgotamento sanitário dos municípios abrangidos pela UNCE. É o caso do distrito de Ibitira, em Martinho Campos, onde foi implantado processo físico/químico na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que atende a localidade. Esse processo consiste em um refinamento do tratamento e tem capacidade para tratar 2 litros por segundo, o que corresponde a todo o esgoto coletado no distrito. As melhorias propiciaram ainda a redução de odor e garantiu maior eficiência no tratamento do esgoto coletado.

Segundo o diretor de operação da Copasa, Guilherme Frasson Neto, “a ampliação dos investimentos trará grandes benefícios para a região”. “É a Copasa gerando valor e propiciando a melhoria da qualidade de vida e da saúde da população”, ressaltou

Fonte: Copasa

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.