Economia

Pequenos negócios geraram 86,5% dos empregos em Minas Gerais no mês de abril

Resultado é melhor que o de março, mas o saldo acumulado de empregos nos primeiros quatro meses do ano é 22% menor que em 2021.

O saldo de empregos nas micro e pequenas empresas (MPE) mineiras em abril foi de 17.406 novos postos de trabalho, o que corresponde a 86,5% do saldo total de empregos gerados no estado naquele mês. O resultado é 46,8% superior ao registrado em março e 247,7% maior que o saldo de abril do ano passado. Apesar do crescimento, no acumulado dos quatro primeiros meses do ano, o saldo de empregos no segmento registrou uma queda de 22,1% em relação ao mesmo período de 2021, totalizando 53.977 vagas.

Minas Gerais foi o segundo estado com o melhor desempenho na geração de empregos pelos pequenos negócios em abril e no acumulado do ano, atrás apenas de São Paulo. Belo Horizonte liderou a criação de vagas no segmento, com um saldo de 9.919 postos de trabalho nos quatro primeiros meses do ano. Cristais, na região do Campo das Vertentes, teve o pior resultado no período, com um saldo de -172.

O setor de Serviços foi o que teve o melhor resultado até abril. O saldo total de empregos no setor no primeiro quadrimestre do ano foi de 35.987 vagas, um aumento de 55%. O Comércio teve o pior resultado, com um saldo negativo de – 2.568 vagas, uma queda de 122% em relação ao mesmo período do ano passado.

Apenas em abril, o saldo de empregos no setor de serviços foi de 8.908 vagas. “O retorno das atividades presenciais estimulou a retomada de segmentos que foram duramente impactados na pandemia, como os de alimentação fora do lar e educação, que estão entre os que lideraram a geração de trabalho nos quatro primeiros meses deste ano”, explica a economista Bárbara Castro, analista do Sebrae Minas.

As três atividades com o maior saldo de empregos nas MPE mineiras entre janeiro e abril foram: Construção de Edifícios (2.630), Restaurantes e Similares (2.475) e Educação infantil/pré-escola (2.262). Somente no mês de abril, as atividades com o melhor desempenho foram Construção de Edifícios (763), Restaurantes e similares (755) e Transporte Rodoviário de Carga (632).

Perfil dos trabalhadores

Homens de 18 a 24 anos e com ensino médio completo lideraram as contratações nas MPE mineiras em 2022, até abril. O salário médio de admissão pago pelas MPE de Minas Gerais no período foi de R$ 1.605,69, cerca de R$17,00 a mais que o salário médio de desligamento.

As ocupações com o melhor saldo de empregos no primeiro quadrimestre foram: Servente de Obras (3.569), Faxineiro (2.968) e Assistente Administrativo (2.760).

Saldo de empregos nas MPE em abril

17.406 postos de trabalho

86,5% do saldo total do estado

46,8% superior a março

247,7% superior a abril de 2021

Saldo de empregos nas MPE de janeiro a abril

53.977 postos de trabalho

74,6% do saldo total do estado

-22,1% em relação aos quatro primeiros meses de 2021

Fonte: Sebrae Minas

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.