Cultura

Flávia Simão mostra empoderamento e encara os limites impostos pelo machismo em “Pudera eu”

Novo single, que faz parte do projeto “Íntimo”, primeiro trabalho autoral da cantora, retrata uma abordagem das dores e dificuldades do universo feminino.

“Pudera eu me libertar dos medos / Pudera eu me libertar dos dedos / Que apontam as regras”. Entre esses e outros trechos, a cantora e compositora mineira Flávia Simão apresenta em “Pudera eu”, sua nova canção, uma manifestação intensa de desejo de liberdade às mulheres, limitadas por uma sociedade machista. O segundo single da cantora, em parceria com Marcelinho Guerra e Frederico Heliodoro será lançado no dia 24 de junho. A faixa faz parte do álbum autoral “Íntimo”, projeto viabilizado por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais (LEIC) e patrocinado pela empresa Sidercentro Ferro e Aço.

Após o sucesso de “Cura”, primeiro single do disco lançado em abril, Flávia Simão define a nova música como a porta de entrada na temática central do álbum “Íntimo”, a intimidade e a liberdade do ser feminino. Sobre “Pudera eu”, Flávia Simão relata que o resultado alcançou uma abordagem fundamental sobre a constante ameaça do machismo estrutural para as mulheres, dentro de uma proposta, ao mesmo tempo, irônica e necessária.
“Pudera eu” é um manifesto, uma canção carregada de ironia e sarcasmo sobre o comportamento de uma sociedade machista que sempre dominou, limitou e determinou o comportamento feminino. Por outro lado, trata das dores, dos sonhos, da força necessária e da solidão de todas as mulheres que tentam enfrentar e mudar esse cenário”, ressalta a artista.
Dentro da proposta do novo disco, a canção assume em sua estrutura uma sonoridade mais contemporânea, fruto da união entre a vontade da própria artista de produzir uma música mais moderna e a produção musical de Marcelinho Guerra.
Para o single e o álbum, a cantora contou com um seleto time de músicos mineiros. A produção musical e a guitarra são de Marcelinho Guerra, o contrabaixo é de Frederico Heliodoro, nos teclados está Marcus Abjaud, o baterista é Felipe Continentino, os arranjos, synths e percussões são de Frederico Selva e ainda na percussão está Daniel Guedes.

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.