Cultura

MÚSICA QUE TRANSFORMA CHEGA A DIVINÓPOLIS

Orquestra Jovem das Gerais apresenta aula inaugural na Casa Samaritana, nesta quarta-feira.

A parceria da Orquestra Jovem das Gerais (OJG) com a Casa Samaritana vai ser concretizada nesta quarta-feira (06), com a aula inaugural, às 14h. “As aulas serão oferecidas para 30 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, diz a gestora da associação, Fernanda Rodrigues. Serão oferecidas aulas de iniciação musical e flauta doce, para filhos e filhas dos atendidos da associação.

Ela conta que o projeto das aulas de música, em parceria com a OJG, devia ter começado em 2020, mas a pandemia acabou adiando a implantação de mais uma atividade oferecida pela organização sem fins lucrativos. “Já tivemos a oportunidade de ouvir apresentações da orquestra em outras ocasiões e estamos muito ansiosos para fazer parte desse universo da música”, observa a gestora da Casa Samaritana.

Localizada no bairro Sidil, a Casa Samaritana é uma associação que está em atividade desde 1980 e oferece auxílio às famílias carentes, cursos profissionalizantes para os jovens e acompanhamento da psicomotricidade para as crianças.

O Coordenador Geral da OJG, maestro Renato Almeida, ressalta que a ação é voltada não só para o ensino e socialização da música, mas também para a disseminação e prática da fruição artística e cultural. “Contribuímos para a mudança da realidade dos participantes, que têm a chance de se desenvolverem pessoal e profissionalmente”, avalia.   

O projeto em Divinópolis é viabilizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura e conta com o apoio da ArcelorMittal, Usiminas, Hypofarma MartMinas e ViaJap.

Sobre a Orquestra Jovem das Gerais

Fundada em 1997 pelos músicos mineiros Renato Almeida e Rosiani Reis, a Orquestra Jovem das Gerais (OJG) é uma iniciativa voltada para a promoção do desenvolvimento humano por meio do acesso à arte, cultura e educação. O projeto oferece oficinas de instrumentos de cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), sopros (flauta transversal, oboé e clarinete) e percussão a crianças e jovens de comunidades de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social.

A partir da educação musical, a Orquestra Jovem das Gerais busca a inserção destes jovens na sociedade, despertando o talento artístico e gerando oportunidades culturais e profissionais. Diante deste cenário, o projeto pretende contribuir para a formação cidadã dos alunos e a transformação da realidade e justiça social. Mais de 2 mil alunos já passaram pela Orquestra, que completa 25 anos em outubro de 2022.

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.