Minas Gerais

Alunos do Ensino Médio em Tempo Integral aprendem a conquistar projetos de vida

Estado amplia número de escolas que disponibilizam a modalidade. Atualmente, 601 escolas oferecem 97 mil vagas de EMTI em Minas.

Ao concluir o ensino médio, os jovens trilham diferentes caminhos. Entre os mais comuns está a entrada no mercado de trabalho e/ou dar continuidade aos estudos e ingressar no ensino superior. Para os alunos que cursam o Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI), a escolha e como alcançar as metas programadas fica um pouco mais fácil. Isso por que eles contam com o auxílio do Projeto de Vida, que integra a grade curricular da modalidade, e ajuda a pensar o presente e planejar o futuro.

Aluno do EMTI, Enzo Patryck Teixeira Gonçalves conseguiu se organizar para conquistar uma vaga no curso de bacharelado interdisciplinar em Ciência e Tecnologia, na Universidade Federal do ABC (UFABC). Para ele, a modalidade de ensino teve papel importante na conquista. “A escola é completamente responsável. Comecei meu Projeto de Vida no 1º ano do ensino médio e, no decorrer do tempo, fui mudando de ideia muitas vezes e conversando com os professores. Assim, consegui chegar a um objetivo mais sólido e concretizar metas”, conta.

Enzo concluiu o ensino médio na Escola Estadual Betânia Tolentino Silveira, no município de Espinosa, Norte de Minas. Para ele, cada estudante tem uma realidade, mas incentiva a participação no EMTI. “A escola me deu uma base sólida de conhecimento. As eletivas, por exemplo, complementaram ao que eu aprendi em sala de aula e isso me ajudou muito”, finaliza.

Ensino superior

Outro estudante que conseguiu concretizar o objetivo proposto no seu Projeto de Vida foi Vinícius Jeremias Peixoto. Ex-aluno da Escola Estadual Professora Júlia Kubitschek, no município de Passos, Sul de Minas, ele foi aprovado na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Sua opção foi pelo curso de psicologia na Universidade de Franca (Unifran), no qual conseguiu bolsa de 100%.

Segundo o futuro universitário, o EMTI abriu seus horizontes. “Todas as aulas me ajudaram muito. Os professores me motivam a estar sempre buscando as oportunidades, os vestibulares, e a pensar no que eu gostaria para o meu futuro. Também tínhamos aula de redação, o que foi muito importante. Para quem não tem condições de pagar um curso, ajudou muito”, destaca.

Saudoso do que vivenciou na escola, Vinícius conta que o EMTI influenciou sua vida para além do conteúdo didático. “O Ensino Médio em Tempo Integral é uma oportunidade de vivência totalmente diferente e o ambiente é muito agradável”, finaliza.

EMTI em Minas

Para o ano letivo de 2022, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) deu o maior salto da história no número de unidades de ensino que oferecem o Ensino Médio em Tempo Integral e no número de vagas. São 601 escolas, sendo 210 novas unidades que se juntam às atuais 391 que já disponibilizam o EMTI, com um total de 97 mil vagas na modalidade.

Para conhecer um pouco mais sobre o EMTI e escolas que disponibilizam a iniciativa no estado, acesse o endereço eletrônico querointegral.com.br/mg.

Agência Minas

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.