Minas Gerais

Inaugurada primeira estação de tratamento de esgoto em Cristais, no Centro-Oeste de Minas

Com investimento de R$ 4,7 milhões, cidade do Centro-Oeste terá 65% do seu esgoto tratado

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), inaugurou, nessa terça-feira (28/6), a primeira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Cristais, município do Centro-Oeste mineiro. A obra irá garantir coleta e tratamento de esgoto para 65% dos moradores da região, além de ampliar o abastecimento de água local para 98% da população.

Executada com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), por meio de termo de compromisso firmado junto à Semad e Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), a construção da ETE Cristais contou com um investimento inicial de R$ 4.789.041,35.

De acordo com estudo de viabilidade desenvolvido pela Semad, em parceria com a Prefeitura de Cristais, a meta é universalizar a coleta e o tratamento de esgoto no município até 2024. Para isso, será necessário um investimento de cerca de R$ 2 milhões. O valor será utilizado na construção de uma estação elevatória para que os 35% dos resíduos ainda não coletados sejam encaminhados à ETE para tratamento. 

Retomada

 Iniciada em 2013, a construção da ETE Cristais estava paralisada e foi retomada durante o Governo Zema. A Funasa já havia, inclusive, solicitado a devolução dos recursos federais devido ao atraso na conclusão das obras durante a antiga gestão do Estado. 

A solenidade da inauguração contou com a presença da a secretária de Estado de Meio Ambiente, Marília Melo, e do vice-prefeito de Cristais, Leonardo Oliveira. “Lutamos para que o investimento federal não fosse perdido e concluímos as obras. Com muito trabalho e uso responsável do dinheiro público, Minas mostra que é possível promover políticas públicas de saneamento realmente efetivas e caminha para se tornar o primeiro estado do Brasil a universalizar os serviços de saneamento básico”, disse a secretária Marília Melo.

Revitalização

O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente de Cristais, Paulo Ribeiro Neto, lembrou que o início das operações da ETE irá garantir também a despoluição do Córrego Nardinho, principal curso d’água do município. “As pessoas voltaram a pescar no córrego, o que não acontecia há muitos anos e isso só foi possível graças ao apoio do Estado”, salientou.

“O córrego Nardinho deságua na represa de Furnas, e sua despoluição contribui também para a manutenção do abastecimento de toda a região, além de fomentar a agricultura e pecuária locais”, ressalta o subsecretário de Gestão Ambiental e Saneamento da Semad, Rodrigo Franco.

Em 2022, o Governo de Minas já investiu cerca de R$ 22,2 milhões em obras de conclusão e ampliação de sistemas de esgotamento sanitário em todas as regiões do Estado, incluindo projetos ambientalmente sustentáveis, como a biodigestão em comunidades rurais. A reciclagem por meio da biodigestão é considerada atualmente uma das soluções mais inovadoras e ecoeficientes para a destinação de resíduos sólidos. 

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/HNKrVzu3YVh4MmiMDU2H4h

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.