Minas Gerais

Justiça prorroga prisão de alvo da operação Catarse III

Foi prorrogada a prisão temporária do diretor contábil e financeiro da Câmara Municipal de Muriaé. Ele se encontra preso desde o dia 23 de junho, quando foi deflagrada a Operação Catarse III, realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), da Zona da Mata, destinada a apurar crimes diversos contra o patrimônio público, como corrupção passiva, concussão, peculato, fraude à licitação, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Essa fase da operação investiga o núcleo financeiro e econômico do crime organizado do colarinho branco.

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Ipn5sNVqaDc7WwATXAwFsF

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.