Política

Prefeitura de Divinópolis chega a 156 cargos comissionados com redução do número de servidores efetivos nomeados

Funcionário de cargo comissionado do gabinete do prefeito é exonerado e recontratado três meses depois

O prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo (PSC), eleito em 2020 com um discurso de austeridade no serviço público e com o compromisso de reduzir os cargos comissionados na Prefeitura, no seu segundo ano de mandato já ocupa 69,95% dos postos de confiança. A Lei 8.480/2018, que estabeleceu a última reforma administrativa na Prefeitura, criou 223 cargos de confiança. Em janeiro de 2019, primeiro mês da atual administração à frente do governo, o prefeito nomeou 113 cargos comissionados, subiu para 148 em maio desse ano e, agora, já são 156, completados hoje, com a nomeação de Talles Duque Barbosa para Gerente de Cerimonial, na Secretaria Municipal de Governo (Segov). A nomeação foi publicada na edição desta segunda-feira (11) do Diário oficial dos Municípios.

Até março desse ano, Talles Barbosa ocupava o cargo de Chefe de Gabinete do prefeito Gleidson Azevedo, quando foi exonerado do cargo após denúncias publicadas por um Blog da cidade de que ele estaria a serviço das redes sociais do prefeito e não exercendo as funções de chefia de gabinete. Exonerado em março pelo prefeito após a publicação da denúncia, Talles volta a ocupar mais um cargo de chefia, agora na secretaria que tem como titular a vice-prefeita Janete Aparecida (PSC).

Em maio, 61,13% dos cargos comissionados eram ocupados por servidores de carreira. Agora esse percentual caiu para 60,25%. Com esses números, o prefeito descumpre o termo de compromisso assinado com o Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Divinópolis e Região Centro-Oeste (Sintram). Antes da eleição, o Sintram apresentou esse termo de compromisso, que foi assinado integralmente por todos os candidatos, menos por Gleidson Azevedo, que não aceitou todos os itens propostos pelo Sindicato. Entretanto, Gleidson firmou que, no mínimo, 75% dos cargos comissionados, seriam ocupados por servidores de carreira.

Ele também ignora o seu plano de governo, que diz: “Uma gestão municipal eficiente tem que valorizar, acreditar e investir nos servidores públicos. Para isso, pretendemos reduzir o número de cargos comissionados e contar com o trabalho dos servidores de carreira, pois sabemos que existem muitos qualificados e com capacidade para colaborar muito com o desenvolvimento da cidade. Outro ponto importante é investir na qualificação e atualização dos nossos servidores e, principalmente, propiciar boas condições para desenvolverem um trabalho de qualidade”.

Clique aqui e veja a íntegra do Plano de Governo do prefeito Gleidson Azevedo

Clique aqui e veja o Tempo de Compromisso assinado pelo prefeito com o Sintram (O Termo de Compromisso foi registrado em cartório).


Fonte-Comunicação Sintram

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/ByrDZgDqXfmCYNaLCj1m4y

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.