Política

Vereador Eduardo Azevedo rebate vereadora Lohanna França e denuncia projeto de lei de autoria da vereadora

Segundo Eduardo projeto estaria permitindo uso de banheiros coletivos conforme identidade de gênero em Divinópolis

O vereador Eduardo Azevedo publicou um vídeo em suas redes sociais denunciando projeto de lei de Lohanna França que estaria permitindo uso de banheiros coletivos conforme identidade de gênero em Divinópolis.

Trata-se do PL nº CM 088/2022, que dispõe e sobre a Política Municipal de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Queer, Pessoas Intersexo e Assexuadas (LGBTQIA+). Em seu artigo 3º, o projeto elenca objetivos de tal política, dentre os quais está o do inciso XXII, que assim prevê: XXII – promover o respeito à população LGBTQIA+ e o reconhecimento da identidade de gênero e orientação sexual em todos os serviços do SUS, e particularmente, evitar constrangimentos em todos os âmbitos dos serviços de saúde e no uso dos banheiros;

Para Eduardo Azevedo, uma vez que a identidade de gênero é algo subjetivo e decisão de cada pessoa, a permissão legal poderia gerar brechas para situações de abuso perpetradas por aproveitadores. “Imagine sua filha entrar no banheiro feminino e dar de cara com um marmanjo, que está ali se dizendo com uma identidade de gênero feminina”.

O vereador alega que é mentirosa a defesa de Lohanna França, que o acusa de propagar fake news. “Ela que explique o que está contido no inciso XXII do art. 3º ao invés de tratar de outros temas sem relação com o que está em discussão”, afirmou.

Eduardo ainda ressaltou que não se está tratando de banheiros individuais, onde não há uso simultâneo, mas de banheiros coletivos, os quais precisam do máximo de privacidade e segurança.

Fonte – Assessoria Vereador Eduardo Azevedo

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/EvnrCTxBrD4BH8r2iZerj1

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.