Política

Vereadora Lohanna França diz que virou alvo de Fake News por parte do vereador Eduardo Azevedo por defender saúde da população LGBTQIA+

Após protocolar o Projeto de Lei nº 088/2022 que trata da política municipal de saúde integral da população LGBTQIA +, a vereadora Lohanna França (PV) diz que virou alvo da Fake News.

O projeto busca ampliar o acesso da população LGBTQIA + aos serviços de saúde do SUS, garantindo às pessoas o respeito e a prestação de serviços de saúde com qualidade e resolução de suas demandas e necessidades. 

Segundo a vereadora, Minas Gerais é um estado que sequer coleta dados sobre a violência que esse grupo sofre, e o Brasil é o país que mais mata pessoas LGBTQIA + no mundo. “O projeto foi uma construção coletiva com a comunidade. Ouvimos, acolhemos e estamos trazendo para Divinópolis a necessidade de implementar  políticas de saúde, que são direito constitucional”, explicou.

Lohanna explica que Divinópolis tem problemas sérios e continuará trabalhando para toda a população. “Na unidade de saúde do bairro Ipiranga, tem um banheiro unissex para todos os usuários e essa unidade tem teto caindo em várias salas. Se for pra falar de coisa séria, como por exemplo ter 10 mil pessoas vivendo com menos de R$ 89 por mês  e abaixo da extrema pobreza, da UPA lotada, da falta do Hospital Regional, contem comigo”.

A vereadora destaca que o Projeto de Lei não trata sobre banheiros e sim sobre a garantia de direitos constitucionais à população LGBTQIA+.  “O projeto não tem como objetivo criar banheiros unissex, mas sim dispor que o município promova políticas públicas que respeitem à população LGBTQIA+, bem como evitem constrangimentos em todos os âmbitos dos serviços de saúde, inclusive no uso dos banheiros”, ressaltou Lohanna.

Fonte – Assessoria Vereadora Lohana França

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/EvnrCTxBrD4BH8r2iZerj1

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.