Região

Equipe fiscaliza ações do Pró-Mananciais em São Gonçalo do Pará 

O programa Pró-Mananciais foi implantado em São Gonçalo do Pará em 2018 e, desde então, já foram realizadas diversas ações contínuas em propriedades rurais da microbacia do ribeirão dos Morais. Neste mês, a equipe socioambiental da Copasa esteve novamente na cidade para realizar a fiscalização das 52 barraginhas construídas nas propriedades – intervenções que servem para reservar a água das chuvas e permitir que possam restabelecer os lençóis freáticos que alimentam os córregos e rios da região.

Durante a fiscalização, a equipe utilizou um drone para sobrevoar as propriedades que receberam as intervenções do Pró-Mananciais neste ano. A fiscalização contou ainda com visita do Coletivo Local de Meio Ambiente (Colmeia) às localidades para conferir o trabalho realizado e conversar com os produtores.

Em quatro anos, o Pró-Mananciais já contemplou 23 produtores rurais em São Gonçalo do Pará com 6.024 metros de cercamento de nascentes, matas ciliares e áreas de preservação permanentes, plantio de 1.800 mudas de espécies nativas plantadas em áreas de recuperação; construção de 85 barraginhas para contenção de água pluvial; 5.160 metros de terraceamento em curva de nível para contenção de água pluvial e enriquecimento do lençol freático; dezenas de bigodes e lombadas para direcionamento da água pluvial para fora da estradas com escoamento natural e conservação de estradas.

Sobre o Pró-Mananciais

O Pró-Mananciais foi estabelecido em uma resolução conjunta entre Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG) e a Copasa, em 2017, e prevê que 0,5% da receita operacional auferida em tarifas seja destinada ao custeio do programa.

Ele visa proteger e recuperar as microbacias hidrográficas e as áreas de recarga dos aquíferos utilizados na captação de água para tratamento e distribuição ao público. Atua na mobilização da comunidade e de instituições parceiras para construir coletivamente o sentimento de pertencimento da população à microbacia da região onde está inserida. Entre as principais ações do programa estão cercamento de áreas de proteção ambiental (APP), plantio de mudas, construção de barraginhas e adequação de estradas, além do treinamento e capacitação da população local e também de estudos ambientais.

A atuação socioambiental da Copasa é pautada na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e em seus respectivos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), além dos dez princípios do Pacto Global. O Pró-Mananciais integra o ODS 15, que consiste em proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra, evitando a perda de biodiversidade.


O programa integra ainda a Agenda ESG da Copasa, sigla que se refere às questões ambientais, sociais e de governança corporativa. Esse termo tornou-se uma forma de se referir ao que empresas estão fazendo para serem socialmente responsáveis, ambientalmente sustentáveis e administradas de forma correta.

Fonte: Copasa

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Kw8glgN7LBV6viJLVheNmd

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.