Turismo

Cidades mineiras oferecem programação especial nas férias em suas Unidades de Conservação

Um Dia No Parque acontece em 24 de julho.

A maior ação de valorização de parques e reservas, as chamadas Unidades de Conservação, acontece em todo Brasil no dia 24 de julho e traz uma programação especial com o objetivo de despertar o interesse pelas áreas naturais protegidas no país. Desde 2018, a campanha Um Dia No Parque incentiva as pessoas a terem um contato mais próximo com a natureza.  Para isso, foi escolhido um dia no ano, no qual as Unidades de Conservação (UC) preparam uma programação especial.

Cerca de 30 cidades do Estado de Minas Gerais, dentre elas, Belo Horizonte, Itabira, Sete Lagoas, Ouro Branco, Uberlândia, Montes Claros, Alto Caparaó e outras, oferecem uma programação especial para os amantes da natureza e para aqueles que querem apenas curtir um momento de lazer ao ar livre.

As principais atividades disponibilizadas são caminhadas, trilhas guiadas, visitas a cachoeiras, corrida com obstáculos, observação de fauna, acampamento, passeio noturno para ver o sol nascer, observação de aves, Trekking ecológico (trilha de dificuldade moderada) com ênfase em contemplação da natureza e atividades de ciclismo.

As atividades são direcionadas a todos os públicos. Verifique a localidade mais próxima e os requisitos de participação no site da Campanha https://umdianoparque.org.br/.

Nas duas últimas edições, a ação foi on-line, por causa da pandemia do Coronavírus. Neste ano, o evento volta a ser 100% presencial, convidando a todos para se reencontrar e fazer atividades e eventos ao ar livre. A cada edição, cresce o número de UCs cadastradas, bem como a curiosidade dos visitantes, que muitas vezes moram próximo a um espaço protegido de conservação e não sabem. Para Angela Kuczach, Diretora Executiva da Rede Pró UC e idealizadora do Um Dia No Parque, a ação é uma oportunidade de conectar as pessoas às nossas áreas protegidas. “É emocionante ver a cada ano mais e mais Unidades de Conservação aderindo à ação, assim como um público cada vez mais variado descobrindo que a natureza é um lugar onde a gente mora, vive e que cada visita é uma volta ao lar. No fim das contas, Um Dia No Parque é uma ação que não é nossa, mas sim tem o objetivo que seja de cada pessoa, descobrindo, valorizando e cuidando de nossas áreas protegidas”, afirma.

Para Mariana Napolitano, gerente de ciências do WWF-Brasil, a campanha tem prioritariamente um caráter de engajamento. “O objetivo principal é aproximar as pessoas da natureza para que valorizem seus benefícios e a necessidade de conservá-la. Mas, além disso, há também o incentivo ao uso público e visitação dessas áreas que além de gerar renda para a proteção dos parques e reservas, pode beneficiar uma ampla gama de atores locais”, afirma.

A organização do evento espera aumentar o alcance, pois agora no período pós pandemia as atividades ao ar livre ganharam ainda mais atenção, por seus benefícios de bem-estar e saúde.

Como participar do Um Dia No Parque?

Pela página da ação na internet, os visitantes podem pesquisar a Unidade de Conservação mais próxima de casa em todo o país por meio de um mapa interativo e filtros. Também dá para ficar por dentro da programação de atividades nas redes sociais do Um Dia No Parque.

Sobre a Coalizão Pró-UCs

A Coalizão Pró-Unidades de Conservação é um grupo de instituições que se propõe a congregar empresas e organizações da sociedade civil comprometidas com a valorização e a defesa das Unidades de Conservação da Natureza. Integram a Coalizão: Rede Pró UC – Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, Fundação SOS Mata Atlântica, Conservação Internacional – CI Brasil, Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, FUNBIO – Fundo Brasileiro para a Biodiversidade, Instituto Semeia, WWF-Brasil, The Nature Conservancy – TNC Brasil, Imazon – Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia, IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas e a UICN-Brasil – União Internacional para a Conservação da Natureza.

SobreoInstitutoSemeia: 

Criado em 2011, o Instituto Semeia é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos. Com sede em São Paulo (SP), trabalha para transformar áreas protegidas em motivo de orgulho para brasileiras e brasileiros. Atua nacionalmente no desenvolvimento de modelos de gestão e projetos que unam governos, sociedade civil e iniciativa privada na conservação ambiental, histórica e arquitetônica de parques públicos e na sua transformação em espaços produtivos, geradores de emprego, renda, e oportunidades para as comunidades do entorno, sem perder de vista sua função de provedores de lazer, bem-estar e qualidade de vida. São pilares de sua atuação: a geração e sistematização de conhecimento sobre a gestão de unidades de conservação; o compartilhamento de informações por meio de publicações e eventos; a implementação e o acompanhamento de projetos com governos de todos os níveis, como forma de testar e consolidar modelos eficientes e que possam ser replicados no país.

Fonte: Tamer Comunicação Empresarial

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Ipn5sNVqaDc7WwATXAwFsF

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.