Turismo

Dos versos às malas: conheça obras e autores que transformaram cidades em atrativos turísticos

No Dia Nacional do Escritor, a Agência de Notícias do Turismo separou dicas de destinos turísticos onde é possível mergulhar em obras literárias.

Da Bahia de Jorge Amado ao Rio Grande do Sul de Érico Veríssimo. Quem aí já não viajou a alguns desses estados brasileiros pelas páginas dos livros destes autores? Além de história, estas obras atiçam a curiosidade de leitores em conhecer um pouco mais daquele destino ou até mesmo de estar no local onde residiram esses importantes literatos brasileiros. Pensando nisso, no dia do escritor, celebrado nesta segunda-feira (25.07), a Agência de Notícias do Turismo separou algumas obras e autores que tornaram cidades ou locais em atrativos turísticos, movimentam milhares de pessoas pelo país.

No Centro-Oeste brasileiro, mais precisamente na Cidade de Goiás (GO), uma das maiores escritoras do país, Cora Coralina, teve transformada em museu a sua antiga casa onde viveu. Além de guardar pertences da autora como roupas, fotos, utensílios domésticos, livros e móveis, o lugar ainda incentiva atividades culturais, artísticas, educacionais e filantrópicas, valorizando a identidade sociocultural da população goiana e preservando a memória e obra da escritora.

Passeando por Minas Gerais, podemos parar em Cordisburgo, onde está localizada a Casa de Guimarães Rosa. Diplomata, médico e novelista, Rosa é autor de grandes obras da literatura nacional como Grande Sertão Veredas e Sagarana. Lá, o turista pode encontrar um grande acervo de fotografias, coleção de gravatas-borboletas, toda a obra literária do autor, além de matrizes de xilogravuras. De acordo com os visitantes, a ida ao museu é parada obrigatória.

E por falar em parada obrigatória, não podemos deixar de citar a Casa de Cultura Jorge Amado, em Ilhéus (BA). A casa onde o escritor passou parte da infância e adolescência foi construída por seu pai, João Amado Faria. O local ocupa uma área de 600 metros quadrados, piso de jacarandá e azulejos ingleses na varanda. Inaugurada na década de 80, a Casa de Cultura abriga em seus grandes salões a Fundação Cultural, a Academia de Letras e o Instituto Histórico de Ilhéus.

Ainda no Nordeste, podemos visitar a Casa de José de Alencar, em Fortaleza (CE). Tombada pelo Iphan como Patrimônio Histórico e Cultural, o espaço é palco de exposições e outras atividades artísticas. Mantida pela Universidade Federal do Ceará (UFC), o local conta com ruínas arqueológicas e edificação histórica, abrigando ainda um conjunto arquitetônico com a Pinacoteca Floriano Teixeira, a Biblioteca Braga Montenegro, o Museu Artur Ramos e a Coleção Luísa Ramos.

Para finalizar, paramos em Porto Alegre (RS). A capital gaúcha é a sede do Centro Cultural Erico Veríssimo, que retrata a vida e obra deste grande escritor. Voltado para as áreas culturais e literárias, o espaço foi construído nos anos 20 e inaugurado em 2022. Abriga três salas de exposição, um auditório-teatro, uma biblioteca, além de espaços destinados à conservação e manutenção de acervos documentais e literários.

Fonte: Ministério do Turismo

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/CruvAj6b2W7HKINFZ720d9

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.