Turismo

Férias de julho: roteiro com viagens de bate e volta a partir de Belo Horizonte

A capital mineira reserva destinos especiais bem próximos para os turistas saírem da rotina.

Viajar é sempre bom, mesmo que por um curto período de tempo. Fugir da rotina ao pegar a estrada, pode renovar as energias e proporcionar bem-estar, ainda que em viagens de bate e volta. Com partida da capital mineira, Belo Horizonte, há ótimos destinos para um belíssimo roteiro turístico pelo estado.

O mês de julho é conhecido por ser o momento do recesso escolar e, apesar de as crianças estarem de folga, muitos pais e adultos trabalham. Por isso, programar uma viagem de bate e volta pode ser a escolha ideal para curtir as férias e vivenciar uma experiência turística nova, seja no fim de semana ou no decorrer dos dias úteis.

O Conexão123, plataforma de experiências de viagens da 123milhas, maior e-commerce de turismo do país, separou três cidades mineiras próximas à capital para um roteiro enxuto, mas cheio de diversão.

Inclusive, uma opção bastante explorada pelos turistas para realizar as viagens curtas é contar com aluguel de carros. Afinal, a alternativa é prática e o agendamento pode ser feito online, com rapidez e segurança!

Brumadinho

Brumadinho fica a cerca de 60 km de Belo Horizonte. O município abriga um dos espaços culturais e naturais mais importantes do país, o Instituto Inhotim, maior museu a céu aberto do mundo. O local abriga uma incrível combinação entre acervos de arte contemporânea e jardim botânico, com mais de 4,3 mil espécies vegetais raras de todos os continentes.

Localizado nos biomas da Mata Atlântica e do Cerrado, o instituto oferece aos viajantes paisagens únicas ao longo dos 140 hectares de extensão. A propriedade reúne aproximadamente 700 obras de mais de 60 artistas, de quase 40 países, exibidas ao ar livre e em galerias em meio ao jardim botânico. Nomes importantes da cena contemporânea como Adriana Varejão, Yayoi Kusama e Cildo Meireles têm trabalhos em exposição no museu.

Para visitar o lugar, é necessário adquirir o ingresso por R$ 50 (inteira) ou R$ 25 (meia). O espaço abre de terça a sexta, das 9h30 às 16h30, e sábado, domingo e feriados, das 9h30 às 17h30. Anote o endereço: Rua B, 20, Inhotim. Para chegar até Brumadinho, saindo de BH, pegue a Avenida Amazonas até a BR-262 e depois a BR-381 em Contagem. Siga pela BR-381, acesse a MG-155 e depois a Rodovia MG-040 até a Avenida Vigilato Braga, já em Brumadinho.

Congonhas

Congonhas fica a aproximadamente 80 km de BH, capital de Minas Gerais. A cidade é considerada símbolo da arquitetura barroca no país e está próxima de Ouro Preto, outro município histórico mineiro. Na região, a tradição religiosa é vista nas construções antigas e importantes do período Brasil Colônia, como o Santuário Bom Jesus de Matosinhos, que começou a ser erguido na segunda metade do século XVIII e foi reconhecido como Patrimônio Cultural Mundial pela Unesco, em 1985.

O espaço abre de terça a domingo, das 6h às 18h, na Praça do Santuário, s/n, Centro. A entrada é gratuita. Aliás, existe a opção de visita guiada mediante pagamento.

Outro atrativo turístico encontrado no mesmo endereço são os Doze Profetas de Aleijadinho, considerados o maior conjunto barroco executado no mundo. As esculturas foram construídas em pedra-sabão, entre 1796 e 1805, e medem cerca de 2 metros de altura. As obras ornamentam a escadaria do Santuário Bom Jesus.

Já na Rua Aleijadinho, é possível apreciar seis capelas que contam a história da Paixão de Cristo em Congonhas. Por lá, os turistas também encontram lojas de artesanato e restaurantes nas redondezas, que tornam a experiência ainda mais completa.

Para chegar a Congonhas, partindo de Belo Horizonte, pegue a Avenida Afonso Pena e a Rua Rio Grande do Norte até a Avenida Nossa Sra. do Carmo, no bairro São Pedro. Após, siga pela BR-356, acesse a BR-040 até a Avenida Michael Pereira de Souza, em Congonhas.

Ouro Preto

Na Serra do Espinhaço, a cerca de 100 km de Belo Horizonte, fica Ouro Preto (MG), cidade histórica que integrou o Ciclo do Ouro no Brasil durante o período colonial, durante os séculos XVIII e XIX. Visitar esse destino mineiro é fazer uma verdadeira viagem no tempo e apreciar de pertinho os detalhes da arquitetura barroca em cada construção.

O município foi reconhecido pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1980. Entre os atrativos turísticos, alguns se destacam, como o Museu da Inconfidência. O prédio original, erguido entre 1785 e 1855, abrigava originalmente a Casa de Câmara e Cadeia. Desde 1944, o espaço funciona como museu, e a exposição permanente aborda o movimento da Inconfidência Mineira. Com entrada gratuita, o local abre às terças, quartas, quintas e sábados, das 10h às 18h; às sextas, das 10h às 20h; e aos domingos e feriados, das 10h às 14h. Confira o endereço: Praça Tiradentes, 139, Centro.

A Capela de Nossa Senhora da Piedade é mais um local que vale a pena visitar. Situada no Morro da Piedade, foi erguida em 1720 e é classificada como um dos templos mais antigos da região. O endereço é Rua Nossa Sra. da Piedade, 151.

Para chegar a Ouro Preto, saindo da capital mineira, acesse a Avenida Afonso Pena e a Rua Rio Grande do Norte até a Avenida Nossa Sra. do Carmo, no bairro São Pedro. Depois, continue pela BR-356 e Rodovia dos Inconfidentes até Ouro Preto.

Fonte: 123milhas

Receba as reportagens do Portal G37 em primeira mão através do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/Ipn5sNVqaDc7WwATXAwFsF

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto:

Bloqueador de Anúncio Detectado

Nosso conteúdo é gratuito e o faturamento do nosso portal é proveniente de anúncios. Desabilite o seu bloqueador de anúncios para ter acesso ao conteúdo do Portal G37.